Topo
pesquisar

Água Mole e Água Dura

Estratégias de Ensino

Nesse experimento é feito um tipo de água dura com sal de Epsom, que impede a formação de espuma de um detergente.
PUBLICIDADE

A água dura é aquela que possui sais de cátions cálcio (Ca2+(aq)), magnésio (Mg2+(aq)) e ferro II (Fe2+(aq)), que são insolúveis em água e reagem com os ânions dos sabões, produzindo compostos insolúveis. As quantidades desses cátions determinam a dureza da água.

Quando a água é assim, por mais que se tente, não é possível produzir a espuma característica dos sabões em água, assim como a limpeza não é efetuada com eficiência, pois esses sais insolúveis precipitam e aderem ao tecido que está sendo lavado (ou à beira da pia, do tanque, da banheira etc.).

Se a água não possuir esses tipos de cátions, ela é uma água mole.

A dureza da água é importante principalmente no aspecto industrial, visto que esses sais podem se acumular no interior das tubulações e causar prejuízos. Além disso, o cozimento de alimentos na água dura faz com que eles endureçam em vez de amolecer, daí a origem desse nome.

A atividade experimental a seguir visa ajudar os alunos a observarem o efeito da água dura sobre a ação dos sabões.

Materiais e reagentes:

  • Sal amargo ou sal de Epsom (é encontrado em farmácias e supermercados);

Sal de Epsom (sal amargo ou sulfato de magnésio)

  • 500 mL de água destilada (você pode encontrar em farmácias, drogarias ou em supermercados, na seção de acessórios para automóveis, porque a água para as baterias dos carros é água destilada);
  • 2 garrafas de refrigerante (PET) de 2 L com tampa;
  • Detergente líquido de lavar louças.

Procedimento Experimental:

  1. Coloque 250 mL de água destilada em cada uma das garrafas;
  2. Acrescente 1 colher de chá de sal de Epsom em uma das garrafas, feche e agite para que o sal misture bem;
  3. Acrescente várias gotas do detergente em ambas as garrafas, agite bem as duas e observe o que ocorre.

Resultados e Discussão:

O sal de Epsom é, na verdade, de sulfato de magnésio, MgSO4, que contém o cátion magnésio. Isso significa que quando acrescentamos esse sal na água, ela fica dura. A água mole é a sem esse sal.

Depois da agitação com o detergente, observa-se que no caso da água mole, forma-se bastante espuma, enquanto na água dura formam-se poucas espumas.  

As bolhas são formadas quando o ar é aprisionado no momento da agitação por uma película do líquido. Mesmo na água pura, se a agitarmos, observaremos a formação de bolhas, mas elas serão rompidas rapidamente. Assim sendo, o detergente tem o papel de manter as moléculas de água no seu devido lugar dentro dessa película. Portanto, no caso da água dura, o sal de Epsom interferiu na ação do detergente.

Bolhas formadas em garrafa de água agitada

De forma genérica, essa reação pode ser representada por:

2 R ─ COONa(s)  + Mg2+(aq)(R ─ COO)2Mg(ppt) + 2 Na+(aq)
         sabão           cátion               sal de cálcio         cátion
(sal de sódio)       cálcio                 precipitado          sódio

O professor poderá solicitar aos alunos que relatem os fatores associados aos fenômenos observados nesse experimento e respondam a perguntas, tais como:

  • A água de sua casa é mole ou dura?
  • Que problemas poderia enfrentar uma lavanderia que fica numa região de solo rico em calcário?
  • Como você classifica a água de uma região em que são depositadas crostas brancas nas banheiras e vasilhas de ferver água?

O professor pode também pedir para que os alunos pesquisem sobre as propriedades do carbonato de cálcio e como essas crostas formadas podem ser eliminadas.


Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química

Aprenda a fazer bolhas de sabão mais resistentes
Estratégias de Ensino Bolha de sabão mais resistente
Sabonete artesanal e sachê perfumado
Estratégias de Ensino Fazendo Sachês Perfumados
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola