Topo
pesquisar

A ditadura militar e o movimento operário brasileiro

Estratégias de Ensino

PUBLICIDADE

Debata as greves de 1979 por meio da canção de Chico Buarque e Novelli.


Na década de 1970, o Brasil vivenciava um período de grandes tensões nos campos político e econômico. Por um lado, o governo controlado pelos militares exprimia uma estrutura de poder autoritária que desapontava os anseios de uma significativa parcela da população brasileira. Por outro, a economia enfrentava números alarmantes após a deflagração das duas crises petrolíferas que atingiram o mercado internacional em cheio.

Na passagem dos governos Giesel e Figueiredo, entre os anos de 1978 e 1979, várias medidas foram tomadas com o objetivo claro de estabelecer o gradual fim do regime militar. Aproveitando dessa situação, vários metalúrgicos da região do ABC paulista organizaram uma enorme paralisação que reivindicava o reajuste dos salários de acordo com a variação dos índices inflacionários. Nesse momento, após vários anos de forte repressão, a classe trabalhadora parecia se rearticular.

Para demonstrar uma faceta do impacto causado por este fato de dimensões históricas, o professor pode realizar um interessante trabalho de interpretação com uma canção de Chico Buarque de Holanda e Novelli. Intitulada “Linha de Montagem”, a sugestiva canção oferece os seguintes versos:

Linha linha de montagem
A cor e a coragem
Cora coração
Abecê abecedário
Ópera operário
Pé no pé do chão (...)
Na mão, o ferro e a ferragem
O elo, a montagem do motor
E a gente dessa engrenagente
Dessa engrenagente
Dessa engrenagente
Dessa engrenagente sai maior (...)
Gente que conhece a prensa
A brasa da fornalha
O guincho do esmeril
Gente que carrega a tralha
Ai, essa tralha imensa,
Chamada Brasil (...)


(Chico Buarque & Novelli. Linha de montagem. Compacto Show 1o de maio, Philips, 1980)

Por meio dessa canção, o docente pode construir uma interessante atividade de interpretação documental. Primeiramente, tomando as informações autorais, grife a relação presente entre o conteúdo da música e o dia em que ela é a apresentada ao público. Sem dúvida a apresentação de “Linha de Montagem” no “Show 1o de maio” se trata de uma clara homenagem aos trabalhadores.

A partir de então, questione seus alunos quem são os trabalhadores retratados nessa canção. Por meio de vários indícios, é possível estabelecer vínculo entre a obra e o movimento grevista de 1979. Nos versos “Abecê abecedário/ Ópera operário”, o aluno pode identificar a intenção de se homenagear os participantes do movimento grevista recém-articulado. Além disso, na passagem “Gente que conhece a prensa/ A brasa da fornalha/ O guincho do esmeril” temos claras referências ao cotidiano dos siderúrgicos.

Ao finalizar a análise, questione aos alunos se, caso não tivessem conhecimento das manifestações da época, seriam capazes de decifrar a mensagem da canção. Na medida em que estes respondem negativamente, o professor pode ainda fazer uma breve explanação sobre a ação e o papel da censura contra as manifestações artísticas da época e de que forma isso influenciava no processo criativo dos compositores.


Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola


História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola