Topo
pesquisar

A Utilização de Mapas Conceituais no Ensino de Física

Estratégias de Ensino

PUBLICIDADE


Mapa conceitual, uma ferramenta de ensino-aprendizagem

O mapa conceitual é uma ferramenta gráfica que se assemelha muito a um diagrama e que, por meio de palavras, faz interligações entre os conceitos, de modo a organizar e representar o conhecimento. Utilizado em várias áreas de ensino e de aprendizagem como, por exemplo, nos planejamentos de currículos de sistemas, o mapa conceitual representa uma estrutura que abrange inúmeros conceitos que vão desde os mais simples aos mais complexos. Na área de ensino essa ferramenta é utilizada como meio para auxiliar na fixação, organização e hierarquização dos conteúdos de ensino.

A técnica de construção e a teoria acerca do mapa conceitual foi criada pelo pesquisador norte americano Joseph Novak. Na época de sua criação, por volta dos anos 70, ele definiu mapa conceitual como um meio para organizar e representar o conhecimento, e é essa a definição que utilizamos atualmente. Originalmente baseado na aprendizagem significativa de David Ausubel, o mapa conceitual se baseia na representação gráfica em duas dimensões de um conjunto de conceitos de forma que as relações entre eles sejam claras e evidentes.

Utilizado como estratégias de ensino-aprendizagem, os mapas conceituais são construídos por meio de caixas e ligações entre elas. Nas caixas são colocados os conceitos e as ligações são feitas através de palavras e/ou frases de ligação.

Mas como inserir essa ferramenta no ensino de física? O estudo da física, bem como o das outras ciências, não ocorre de forma individual, há sempre uma interligação com outras matérias e até mesmo entre assuntos dentro da própria disciplina. Por exemplo, a mecânica esta intimamente ligada à dinâmica, de forma que a primeira estuda os movimentos e a segunda a causa e os efeitos produzidos por esses movimentos. O mestre de Física, juntamente com seus alunos, pode fazer a construção do mapa à medida que forem aparecendo novos conceitos, de forma que eles estejam sempre ligados a um conceito anteriormente conhecido.

Para a construção dessa importante ferramenta de ensino existem algumas pequenas técnicas, mas um ponto muito importante é fazer boa leitura da pergunta inicial da pergunta que estará expressa no mapa conceitual e escolher a melhor palavra ou mesmo frase que melhor se encaixa na ligação entre dois conceitos, de forma que o leitor possa compreender o que está sendo passado.

É importante saber que o mapa conceitual também funciona como uma ferramenta de avaliação, mas o professor deve saber que não existe um mapa conceitual correto sobre determinado assunto. O professor deve utilizar o mapa conceitual buscando avaliar se o aluno está aprendendo significativamente o conteúdo ministrado.

Por Marco Aurélio da Silva
Equipe Brasil Escola

Física - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola