Topo
pesquisar

Aula de Matemática com Tiro ao Alvo

Estratégias de Ensino

Uma aula de Matemática com Tiro ao Alvo pode desenvolver a coordenação motora e ser relacionada com diversos conteúdos.
PUBLICIDADE

O jogo de tiro ao alvo, também conhecido como jogo de dardos, é uma excelente atividade para aplicar em suas aulas de matemática. Além de desenvolver a coordenação motora dos alunos, esse jogo pode ajudar no trabalho em equipe e é uma boa ferramenta para aplicar conceitos estudados em Matemática. Por ser versátil, o tiro ao alvo pode ser aplicado a diversas faixas etárias. O ideal é que se utilize um alvo numérico.

Mas como realizar uma Aula de Matemática com Tiro ao Alvo?

Primeiramente, o professor deve estabelecer qual conteúdo pretende trabalhar. Feito isso, deve verificar qual é a melhor forma de relacionar esse conteúdo com o jogo. A seguir seguem algumas sugestões:

  • Funções: o professor pode escrever diversas funções e colocar em uma caixinha. O aluno sorteia uma função e, em seguida, acerta um dardo em um alvo numérico. O número atingido será utilizado para substituir a incógnita da função. Suponha que o aluno sorteou a função f(x)= 2x²+3x e acertou o número 3, ele deverá então substituir a incógnita da função por três e resolvê-la;

  • Tabuada: O professor pode estabelecer que, na primeira rodada, os alunos farão a tabuada de multiplicação de sete, por exemplo. Então todos os alunos que acertarem o alvo numérico deverão multiplicar esse número por sete. Se acertar, o aluno marca ponto para sua equipe;

  • Cálculo Numérico: O professor pode estabelecer uma expressão numérica, deixando alguns espaços. Veja o exemplo:

    {2 + – [3 x 2 + x (10 – x + 5)}

Nesse caso, deixamos cinco espaços vazios. Suponha que as equipes formadas sejam de cinco alunos, cada um acertará um alvo e o número acertado deverá ser colocado nos espaços vagos da expressão. Ao preencherem todos as lacunas, os alunos deverão resolver a expressão corretamente para marcarem um ponto.

A confecção do jogo

Caso a escola não disponha do jogo de dardos, o professor pode confeccionar o jogo com os estudantes. O importante é lembrar que o alvo deve ser fácil de ser marcado ou perfurado, além do cuidado para que os dardos não causem acidentes. O alvo pode ser feito de isopor, de massa de modelar, de balões, entre outros. O alvo feito de isopor pode ser pintado como o que aparece na primeira imagem deste artigo, em que cada seção recebe um valor numérico. Cartolina ou papel-cartão também podem ser utilizados para desenhar o alvo. Você pode cobrir as seções com massa de modelar de diferentes cores. Outra opção é dispor vários balões coloridos em uma parede, e cada cor representará um número. O resultado final ficará parecido com a imagem a seguir:

Substituindo o alvo circular tradicional, o professor pode utilizar balões para aplicar o tiro ao alvo com seus alunos
​Substituindo o alvo circular tradicional, o professor pode utilizar balões para aplicar o tiro ao alvo com seus alunos

Para os dardos, vários objetos podem ser utilizados, desde que sejam pontiagudos (mas não cortantes), como palito de churrasco e lápis. Para crianças menores, o professor pode optar por bolinhas feitas de massa de modelar ou bolinhas de papel com tinta. Ao acertar o alvo, esses materiais deixarão uma pequena marca, indicando o local acertado. Para essa última opção, o professor pode forrar o alvo com filme plástico, que pode facilmente ser substituído quando já estiver com várias marcas.


Por Amanda Gonçalves
Graduada em Matemática

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola