Topo
pesquisar

Aula sobre a queda da Taxa de Fecundidade no Brasil

Estratégias de Ensino

Uma aula sobre a queda da Taxa de Fecundidade no Brasil é ponto de partida para discutir vários assuntos, como urbanização, êxodo rural e a mulher no mercado de trabalho.
PUBLICIDADE

Com esta sugestão de aula, temos o objetivo de fazer a análise dos dados referentes às taxas de fecundidade no Brasil por década (de 1940 a 2010). A partir dessa análise, podem ser listadas e discutidas as causas e consequências dessa mudança na demografia brasileira.

Após explicar o conceito de fecundidade e como esse índice é constituído, o nosso ponto de partida será a tabela a seguir:

Como é possível notar, houve uma expressiva queda nas taxas de fecundidade em todas as regiões brasileiras. É necessário conversar com os alunos sobre essa mudança. Perguntar a eles o número de filhos que suas bisavós, avós e mães tiveram pode ser uma forma interessante de aproximar o conteúdo à realidade dos alunos.

O professor deve listar as possíveis causas dessa queda no número de filhos por mulher em nosso país. Algumas das causas que podem entrar em discussão são:

Discuta com os alunos outros possíveis motivos para a queda nas taxas de fecundidade no país. A condução do professor para que o tema não caia no senso comum é importante nessa etapa da aula.

Em um segundo momento da aula, pode-se partir para a análise dos dados da tabela. É hora de ajudar os alunos a responder a alguns questionamentos:

  • Que informações a tabela nos fornece?

  • Qual o período de abrangência dos dados?

  • Em que décadas encontramos as maiores taxas de fecundidade no Brasil?

  • Em que período estão reunidas as menores taxas de fecundidade no país?

  • Quais eram e quais são as regiões com maior e menor taxa de fecundidade?

Ao fazer os questionamentos sobre os números, datas e declínio, procure contextualizar com os conteúdos relacionados com a dinâmica populacional e o processo de industrialização e urbanização no país.

Para dar continuidade ao tema, pode-se pedir aos alunos que pesquisem a respeito das consequências da queda nas taxas de fecundidade, tanto para a oferta de mão de obra quanto para o impacto na previdência social.

Boa aula!


Por Amarolina Ribeiro
Graduada em Geografia

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola