Topo
pesquisar

Aula sobre velocidade média com o Google Maps

Estratégias de Ensino

O Google Maps pode ser uma ferramenta de auxílio em uma aula sobre velocidade média, já que é possível determinar essa grandeza por meio dos valores fornecidos pelo aplicativo.
PUBLICIDADE

Alguns conceitos em Física geram muitas dúvidas e são difíceis de serem compreendidos, principalmente pelos alunos do 9° ano do Ensino Fundamental, quando, geralmente, a Física é introduzida. Uma opção de trabalho que pode auxiliar a compreensão dos conceitos é utilizar ferramentas que são do cotidiano dos alunos. O uso da ferramenta Google Maps, por exemplo, pode auxiliar o aprendizado do cálculo da velocidade média e ainda exemplificar a diferença entre espaço percorrido e deslocamento.

A imagem abaixo, retirada do próprio Google Maps, traz as possíveis rotas entre as cidades de Goiânia-GO e Uberlândia-MG. O aplicativo indica as distâncias entre as cidades, o tempo gasto na viagem com e sem trânsito e o tempo gasto na viagem feita de avião, trem (caso exista) etc.

Possíveis rotas entre Goiânia e Uberlândia
Possíveis rotas entre Goiânia e Uberlândia

A partir dos valores fornecidos, pode-se determinar a velocidade média de cada rota para as viagens feitas de carro e de avião e, ainda, discutir com os alunos as diferenças entre os valores encontrados. É possível repetir o processo para quaisquer cidades e pedir para que os alunos determinem as velocidades médias nas diferentes rotas e escolham o melhor caminho para a viagem.

Valores fornecidos pelo Google Maps
Valores fornecidos pelo Google Maps

Como exemplo, determinaremos a velocidade média para a primeira rota indicada entre Goiânia e Uberlândia, via BR-153, em que o tempo de viagem é de aproximadamente 3h 57 min, e a distância percorrida é de 354 km. Após a transformação dos 57 min em horas, teremos aproximadamente 0,95 h, resultando, portanto, em um tempo total de viagem igual a 3,95 h. Determinando a velocidade média, encontraremos um valor aproximado de 90 km/h. Nesse caso, como os valores não são exatos, é sugerido o uso de uma calculadora.

É possível discutir ainda com os alunos a diferença entre espaço percorrido e deslocamento, já que podemos observar claramente no mapa das possíveis rotas a diferença entre o espaço percorrido nas estradas por um carro e o deslocamento retilíneo feito por um avião.


Por Joab Silas
Graduado em Física

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola