Topo
pesquisar

Como tornar a aula de inglês mais interessante?

Estratégias de Ensino

PUBLICIDADE


O interesse na aula depende também da conduta do professor em sala!

Quem é professor sabe: no geral, quando se fala de aula de educação física, os alunos ficam em alvoroço. Quando é época dos jogos de competição estão em alerta total!

A aula de inglês deveria ser assim: esperada, ansiada, desejada!
Se você, professor, não está preso à política de ensino tradicional e restrita da escola onde leciona, usufrua dessa possibilidade de tornar o inglês mais prazeroso. Esta condição pode ser causada através da geração de expectativa de aprendizagem, veja algumas dicas:

- Tenha sempre um assunto interessante para abordar e discutir com a turma: temas atuais ou que correspondem com o que podem estar passando.

- Considere temas que despertam o interesse em relação à faixa etária da turma. Para alguns, discutir sobre relacionamento entre pais e filhos será muito bom, para outros, saber qual é o animal mais feroz do mundo será empolgante!

- Interaja com os alunos: pergunte a opinião deles, discuta sobre os temas, faça com que reflitam! Pode ser em português mesmo, pois no geral, em escolas regulares, os alunos não são fluentes.

- Leia o texto devagar e em voz alta; depois peça alguns que leiam para a turma e após solicite leitura silenciosa.

- Nesta última etapa, deixe uma atividade para ser realizada: grifar os verbos no presente, os pronomes, as palavras conhecidas.

- Comece o texto a partir das palavras que os alunos conhecem, pois se sentirão mais íntimos da língua.

- Passe uma atividade que trabalhe as habilidades essenciais: fala, escrita, audição.

- Sempre englobe a interação na sala de aula e haja como mediador do ensino e não como modelo e centro das atenções.

Se os alunos se comunicam, se distraem e sentem que aprenderam algo, estarão na expectativa para saber qual é o assunto da próxima aula.

Trabalhe a gramática dentro do texto e sempre após a discussão, reflexão e exposição de pontos de vista, ou seja, do desenvolvimento crítico dos alunos.

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras Português/Inglês
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Muito além da gramática - Vá com seus alunos onde ninguém foi: muito além da gramática!

Inglês - Estrategias de ensino - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola