Topo
pesquisar

Estratégia de ensino para a compreensão dos modelos atômicos

Estratégias de Ensino

Esta estratégia de ensino de modelos atômicos utiliza massa de modelar e a criatividade em sala de aula para ampliar a compreensão dos alunos sobre o átomo.
PUBLICIDADE

Este texto tem por objetivo abordar uma estratégia para a compreensão dos modelos atômicos por parte dos estudantes do Ensino Fundamental II (principalmente, 8º e 9º anos) e Ensino Médio (principalmente, 1ª série).

A importância de buscar estratégias para melhorar a compreensão dos alunos em relação aos modelos atômicos deve-se ao fato de não haver imagens que mostrem como o átomo é, de fato, ou seja, até hoje, os cientistas não conseguiram desenvolver uma forma de tornar visíveis os componentes do átomo.

Por essa razão, na maioria das vezes em que tratamos sobre os modelos atômicos em sala, devemos contar com o bom senso dos nossos estudantes e, principalmente, com sua capacidade de abstração para tentar imaginar algo que não pode ser visualizado.

Para ajudá-lo no ensino desse conteúdo, acompanhe esta proposta de estratégia para a compreensão dos modelos atômicos, lembrando, é claro, que o (a) professor (a) tem toda a liberdade de incrementá-la ou modificá-la, de acordo com sua turma ou com sua abordagem do assunto.

Materiais

  • Massa da modelar com cores diferentes;
  • Papel sulfite;
  • Palitos de dente.

Metodologia teórica

  • 1º Passo: Explicar o modelo atômico de Dalton, de forma que os alunos saibam o que o cientista propôs na época.

Representação do modelo atômico de Dalton
Representação do modelo atômico de Dalton

  • 2º Passo: Explicar o modelo atômico de Thomson, de forma que os alunos saibam o que ele também propôs em sua época.

Representação do modelo atômico de Thomson
Representação do modelo atômico de Thomson

Representação do modelo atômico de Rutherford-Bohr
Representação do modelo atômico de Rutherford-Bohr

  • 5º Passo: Explicar o modelo o atômico mais recente, para que os alunos saibam o que se propõe atualmente pelos cientistas.

Metodologia prática

  • 1º Passo: dividir os alunos em grupos de dois ou de, no máximo, três pessoas;
  • 2º Passo: pedir para que cada grupo construa o modelo atômico de Dalton, segundo o que eles compreenderam da exposição teórica;
  • 3º Passo: pedir para que cada grupo construa o modelo atômico de Thomson, segundo o que eles compreenderam da exposição teórica;
  • 4º Passo: pedir para que cada grupo construa o modelo atômico de Rutherford, segundo o que eles compreenderam da exposição teórica;
  • 5º Passo: pedir para que cada grupo construa o modelo atômico de Bohr, segundo o que eles compreenderam da exposição teórica;
  • 6º Passo: pedir para que cada grupo construa o modelo atômico atual, segundo o que eles compreenderam da exposição teórica.

Avaliação e discussão

Após a construção dos modelos atômicos por parte dos grupos, peça aos alunos para colocar suas produções em uma área específica da sala, para que todos tenham a oportunidade de conhecer e verificar o trabalho feito por cada um dos colegas.

Além de visualizar o trabalho feito, forneça a cada grupo uma ficha (modelo abaixo), com a qual eles possam avaliar os trabalhos de cada um dos outros grupos, estimulando, assim, o senso crítico entre eles.

Modelo de ficha para avaliação dos trabalhos
Modelo de ficha para avaliação dos trabalhos

Por fim, apresente um feedback a cada grupo sobre os trabalhos desenvolvidos por eles e a correlação com os modelos atômicos ensinados.

Por Me Diogo Lopes

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola