Topo
pesquisar

Filmes importantes para entender História

Estratégias de Ensino

Com esta lista de filmes importantes para entender História, o professor pode pensar em estratégias interessantes de aula para ampliar a compreensão dos alunos.
PUBLICIDADE

O cinema é um dos recursos mais ricos que um professor pode utilizar em sala de aula e/ou indicar para seus alunos a fim de que eles complementem a sua formação. O professor de história, sobretudo, pode valer-se desse recurso à farta, tomando o devido cuidado, é claro, para que alunos não pensem que o filme possa ser um substitutivo do estudo pautado em leituras, análise de documentos históricos etc.

É preciso levar em conta o fato de que o cinema é uma obra de arte e, como tal, não tem um compromisso estrito com a verdade histórica. Dessa forma, filmes que abordam temas históricos, por mais que pretendam ser fiéis aos fatos, terão sempre uma grande carga ficcional. Mas tal carga ficcional, em vez de impedir a compreensão dos fatos passados, pode lançar nova luz sobre eles, haja vista que o modo como cada filme é produzido acaba revelando como aquela época (em que o filme foi feito) estava interpretando o fato histórico que serviu de tema.

Nesse sentido, abaixo apresento algumas indicações de filmes importantes para se entender a História. Eles podem ser trabalhados em sala de aula com os alunos ou indicados como forma de aprendizado complementar.

  • Idade Antiga

Quando se trata de Idade Antiga, em especial da história de Roma, o filme Gladiador (Gladiator), de 2000, dirigido por Ridley Socott, é uma das melhores indicações. Isso porque o filme reconstituiu bem a indumentária dos antigos romanos, o tipo de batalha travada contra as invasões bárbaras (que pode ser visto na cena inicial do filme), a estrutura do antigo Coliseu, entre outras coisas da época dos imperadores Marco Aurélio e Cômodos. O enredo mistura alguns elementos de verdade histórica com alguns momentos inspirados na mitologia romana. Tudo isso enriquece a trama.

  • Idade Média

No que tange à Idade Média, outra obra de Ridley Scott é bem vinda. Trata-se de Cruzadas (Kingdom of Heaven), de 2005. Assim como Gladiador, em Cruzadas também é possível observar um bom trabalho de reconstituição de detalhes da época, desde elementos do cenário até vestimentas, tipos de armas etc. O tema tem por contexto a reação muçulmana (sob o comando do Sultão Saladino) às conquistas da Primeira Cruzada (da década de 1090), bem como o revide cristão aos islamitas.

  • Idade Moderna

Para a Idade Moderna, uma boa sugestão é A missão (The Mission), com direção de Roland Joffé. Esse filme, lançado em 1986, tem um enredo que se passa na região da tríplice fronteira da América do Sul, no fim do século XVIII, no contexto das Guerras Guaraníticas, entre índios guaranis que viviam em comunidades influenciadas por jesuítas e portugueses e espanhóis, que reivindicavam, cada qual, a soberania sobre a região.

Esse filme é interessante por revelar várias nuances sobre a história da América que geralmente não são trabalhadas em sala de aula por falta de tempo hábil: como a relação entre as coroas portuguesa e espanhola em regiões de fronteira nas colônias, bem como o papel dos jesuítas não apenas na conversão, mas também na organização político-social indígena após a época inicial da colonização.

  • Idade Contemporânea

Para abordar a Idade Contemporânea, nada melhor que um filme que trata do contexto de sua emergência, isto é, a Revolução Francesa. Sem dúvida, o melhor filme que tematiza isto é Danton - o processo da revolução, de 1982, dirigido por Andrzej Wajda. Esse filme passa-se em 1794, no auge do Terror revolucionário dos jacobinos, a fase mais violenta da Revolução Francesa. O personagem principal é o revolucionário Danton, que se torna ele próprio uma presa da revolução que comandara, quando ultrarradicais, como Robespierre e Saint-just, passaram a comandar o Tribunal Revolucionário.

Bem sabemos que há muitos outros filmes que podem ser abordados, em especial sobre a Idade Contemporânea, como Dança com lobos, 1990, direção de Kevin Costner e Kevin Reynolds; Glória feita de Sangue, 1957, direção de Stanley Kubrick; e a A lista de Schindler, 1993, direção de Steven Spielberg. No entanto, encerramos aqui com a sugestão de um texto sobre como utilizar um filme sobre a Guerra do Vietnã em sala de aula. Esse filme é Apocalypse Now, 1979, direção de Francis Ford Coppola. O texto pode ser acessado neste: link.

*Créditos da imagem: Shutterstock e Anton_Ivanov


Por Me. Cláudio Fernandes

As aulas tradicionais de História não davam espaço para debates e discussões
Estratégias de Ensino Uso de filmes na aula de história
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola