Topo
pesquisar

Sugestão de aula sobre pirâmide alimentar

Estratégias de Ensino

Com a aula que propomos sobre pirâmide alimentar, é possível despertar a consciência da necessidade de uma alimentação mais saudável nos alunos.
PUBLICIDADE

A alimentação inadequada é a grande responsável pelo aumento no número de casos de problemas cardiovasculares, obesidade e hipertensão. Sendo assim, é importante ensinar a população a ter uma alimentação mais saudável. A busca por alimentos adequados e que previnem certas doenças está diariamente na mídia e deve ser explorada também em sala de aula, uma vez que nossas crianças estão cada vez menos cuidadosas com o que comem, alimentando-se constantemente de produtos industrializados.

Uma das formas de ensinar como os alimentos devem estar dispostos na nossa dieta é o uso da já conhecida pirâmide alimentar, uma representação gráfica que serve de guia para a alimentação saudável. De acordo com a pirâmide, a base são os alimentos que devem estar sempre presentes na nossa alimentação. Já os alimentos do topo são aqueles que devem ser ingeridos moderadamente.

Construindo a pirâmide alimentar em sala de aula

Para confeccionar as bases da pirâmide alimentar, diferentes materiais podem ser utilizados, tais como madeira e vidro. O ideal é inovar e deixar a criatividade do aluno trabalhar livremente. Alguns utilizam, por exemplo, caixotes de madeira, que, além de garantirem um belo trabalho, são uma forma de reaproveitar um material que provavelmente seria descartado.

Para montar sua pirâmide, é necessário fazer vários compartimentos, deixando a base maior e o topo mais fino. Utilizando os caixotes, por exemplo, pode-se fazer uma base com quatro caixotes, o andar superior com três, o próximo andar com dois e finalizar com apenas um caixote no topo. Os caixotes devem ser colocados de lado para que os alimentos possam ser visualizados por qualquer pessoa.

Após montar as várias partes da pirâmide, basta o aluno completar cada espaço com o alimento adequado. Vale destacar que muitas modificações foram feitas no decorrer dos anos, sendo possível encontrar pirâmides com recomendações variadas. Por essa razão, é necessário buscar sempre versões atualizadas. Apesar das mudanças, a base sempre é formada por carboidratos, ou seja, alimentos energéticos, e no topo estão alimentos como doces, que devem ser ingeridos de maneira moderada.

A pirâmide alimentar atual adotada no Brasil destaca ainda a importância das seis refeições diárias (café da manhã, almoço, jantar e lanches intermediários) e a prática de pelo menos 30 minutos de exercícios físicos diários. É importante inserir essas informações no trabalho de maneira que a pirâmide fique completa. Para isso, pode-se, por exemplo, colocar mais um compartimento na pirâmide e, no lugar dos alimentos, colocar essas informações, assim como ocorre em algumas representações que apenas ilustram a pirâmide. Pode-se ainda fazer cartazes explicativos com essas recomendações e expor com a pirâmide.

Ao final do trabalho, a pirâmide alimentar criada pelos alunos poderá ser exposta na escola a fim de levar a informação para outros estudantes. Além disso, panfletos podem ser distribuídos com dicas sobre alimentação saudável.

Cuidar da alimentação das nossas crianças é uma forma de garantir uma população mais saudável no futuro.

Leia também: A importância do cuidado com a alimentação


Por Ma. Vanessa dos Santos

Uma alimentação saudável é essencial para uma melhor qualidade de vida
Estratégias de Ensino Teste a alimentação de seus alunos
Com a criação do diário alimentar, os alunos ficarão mais atentos à sua alimentação
Estratégias de Ensino Criação de um diário alimentar
PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola