Topo
pesquisar

Quarto - Cantinho Pessoal

Orientação Escolar

PUBLICIDADE


É possível compartilhar um quarto e mantê-lo em ordem

Normalmente, com a chegada da adolescência, os filhos querem um cantinho só para si, onde se sintam mais à vontade e possam organizar ou bagunçar a vontade, expressar suas idéias, enfim, fazer deste local a sua cara.

Nem sempre a família tem condições de separar os filhos conforme suas vontades, mas com diálogo e regras bem estabelecidas é possível fazer com que cada um tenha o seu canto, ainda que seja no mesmo ambiente.

Se os filhos tiverem o mesmo sexo fica bem mais fácil, pois a cor do quarto pode ir ao encontro de seus interesses, se meninos azul, se meninas cor-de-rosa.

No caso de sexos diferentes a cor do quarto deve ser escolhida de comum acordo, onde os pais deverão propor uma cor que não caracterize o sexo, como um verde limão ou amarelo claro.

Ensiná-los a respeitar as coisas do irmão também será tarefa fundamental, pois mexer nos pertences do outro é uma atitude que caracteriza invasão de privacidade. É bom conversarem juntos e explicar que para as coisas ficarem conforme eles gostam, terão que deixar as do outro como ele gosta também.

Os livros e materiais escolares dever ficar separados, pois podem ser motivos de desentendimentos na hora dos estudos. Cada um deve ter suas coisas, para que não precisem ficar levantando para buscar, se dispersando ou atrapalhando o outro num momento tão importante.

Ao receberem visitas de amigos é importante que estes fiquem em outros lugares da casa, principalmente se forem de sexo diferente. Para isso, é bom organizar com antecedência os jogos que serão utilizados, instalando vídeo game na sala, retirando objetos de estimação que podem quebrar, deixando o ambiente mais aconchegante para os pequenos jovens.

A liberdade dentro de casa é fundamental para que exista felicidade, pois nos momentos de descanso, de brincadeira, muitas regras podem prejudicar a intenção do filho.

É claro que as regras gerais da casa devem existir, como: guardar os jogos e brinquedos depois de usá-los, não deixar sapatos esparramados, colocar as roupas sujas em cestos adequados ou na lavanderia, não deixar a televisão e computador ligados se não estiverem sendo usados, não deixar toalhas molhadas em cima da cama, além de várias outras.

O importante é ensiná-los as regras de boa convivência que serão levadas por toda a vida.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja Mais!
Criança que Chora Demais
O que fazer quando o filho usa o choro para conseguir o que quer

Orientações para Pais - Orientação Escolar - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola