Topo
pesquisar

Base Alfabética na Educação Infantil

Orientações

PUBLICIDADE

Foi o tempo em que acreditavam que a educação infantil era apenas um espaço para as crianças brincarem. Aos poucos esse trabalho foi se legitimando, criando suas áreas específicas, fortalecendo assim as bases da educação.

Quando uma criança entra na escola, a princípio, o mais importante para seu desenvolvimento é aprender a conviver em um grupo. Compartilhar objetos e brincadeiras, respeitar o próximo, perceber que cada um tem o seu momento de falar, tornando-se mais sociável.

Mas existem outros aspectos de relevante importância nessa fase, como criar uma base alfabética, ou seja, dar aos alunos condições de chegarem ao período de alfabetização com alguns conceitos já estabelecidos no seu processo de aprendizagem.

Normalmente, a base alfabética é construída em razão das informações recebidas pelo meio em que se vive. A criança vai identificando os códigos escritos e fazendo referência com outras palavras que visualiza, descobrindo que agrupar letras é uma atividade prazerosa.


No contato com livros e letras a criança forma sua base alfabética

Ao ir numa lanchonete famosa, por exemplo, a criança memoriza o código escrito daquela marca. Ao andar pelas ruas da cidade, visualiza a mesma marca em um outdoor, por exemplo, reconhecendo-a. Dessa forma, as letras que compõem tal palavra já estão arquivadas em sua memória, bem como o seu som, sua pronúncia.

À medida que cresce, a criança passa a associar outras palavras que começam com a mesma letra da marca do sanduíche e, dessa forma, vai percebendo que aquele código é utilizado em outras palavras, e que o som do mesmo não muda de uma palavra para outra. O “a” tem o mesmo som em todas as palavras, assim como outras letras.

Ao ter contato com o mundo letrado, a criança passa a identificar os códigos escritos, ficando mais atenta aos mesmos. Em sua casa, percebe os rótulos das embalagens, identifica as letras e palavras folheando revistas, na própria imagem televisiva, o que vai dando uma base de conhecimento até que seja alfabetizada.

A escola é o espaço da aprendizagem sistemática, onde são trabalhados os conteúdos necessários para a formação do cidadão. Porém, esta deve fazer com que seus ambientes sejam favoráveis ao aprendizado.

Como ensinar o aluno a ler se não tem um cartaz afixado nas paredes da sala? Como despertar o gosto pela leitura se os livros literários ficam trancados dentro dos armários e as crianças não têm acesso aos mesmos? Como aprender a ler se a criança não tem contato com as letras?

A sala de aula deve ser o ambiente que promove o saber, o conhecer, que aguça a curiosidade das crianças, para que façam suas próprias conclusões acerca da formação da escrita. Os projetos trabalhados devem apresentar momentos em que os alunos contextualizem os conhecimentos já adquiridos, que possam experimentar, arriscar e elaborar suas primeiras hipóteses, pois ao chegar no primeiro ano terá formado a sua base alfabética, em face das experiências vividas no mundo letrado.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja Mais!
Horta: uma atividade interdisciplinar
Projeto pedagógico que estimula o processo de ensino/aprendizagem

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola