Topo
pesquisar

Crianças e Alimentação

Orientações

PUBLICIDADE

A escola tem papel fundamental na formação social do ser, de forma integral, com aprendizagens que ficam para toda a vida. Dentro dessas possibilidades é importante realizar trabalhos em todas as áreas de conhecimento envolvidas, principalmente quanto à saúde e prevenção de doenças.

Criar bons hábitos alimentares é muito importante, pois as necessidades do organismo estão relacionadas a uma alimentação saudável, rica em nutrientes e associada a exercícios físicos. Porém, é importante que esses hábitos sejam criados desde a infância, primeiramente dentro de casa, mas podendo contar com o apoio da escola.

No mundo atual, com as correrias do dia-a-dia, temos presenciado crianças se alimentando de sanduíches, bolachas, salgadinhos empacotados, frituras e refrigerantes, que podem trazer problemas como obesidade, pressão alta, gastrite, etc.

Por isso, o primeiro passo de responsabilidade que uma escola pode dar é o de não vender esses alimentos em sua cantina, mas trocá-los por sanduíches e sucos naturais, bolos, salgados assados, frutas, saladas de frutas, dentre vários outros.


Crianças em aula de culinária

Deve também criar momentos de oficina de culinária, com o preparo de alimentos pelas próprias crianças, onde poderão explorar conteúdos de matemática e ciências, como comprar os ingredientes, descobrir o processo de fermentação e mistura, fazer relação de quantidade, peso e cores, além de fazerem relatórios descritivos que podem ser avaliados em língua portuguesa.

Afinal, o trabalho da escola não deve ser somente o de cumprir tarefas, sentados nas carteiras e, comer aquilo que se prepara com os amigos pode se tornar muito mais gostoso e prazeroso, além de um ótimo momento para incentivar o consumo de novos alimentos.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola