Topo
pesquisar

Educação Ambiental

Orientações

PUBLICIDADE


Desde cedo é preciso amar a natureza

“Com os níveis de poluição cada vez mais elevados, o homem se preocupa com o ambiente em que vive, procurando preservá-lo para evitar a sua própria extinção.”

Essa frase contém afirmações falsas e verdadeiras, a verdade é que a poluição só aumenta e oferece riscos à saúde humana, mas o homem não se vê na necessidade de evitar o problema, e como as expectativas de melhora neste quadro não são nada animadoras, a escola precisa intervir com um novo tipo de conteúdo: a Educação Ambiental. Só através do estudo do meio ambiente é que adquirimos conhecimento para ajudar a mãe natureza.

Assuntos como aquecimento global, reciclagem do lixo, falta de água, desequilíbrio do clima, etc., estão em destaque em jornais diariamente, e também fazem parte de debates nas Universidades e em ambientes de trabalho. Como se faz necessário solucionar o problema o quanto antes, por que não abordar este assunto na educação infantil?

As ações pessoais como fechar a torneira para evitar o desperdício de água, não jogar lixo na rua, se ensinadas desde cedo à criança se tornarão hábitos comuns do dia-a-dia. E é justamente esse trabalho que algumas escolas já estão realizando, o conceito de Educação Ambiental já faz parte do conteúdo de programas educacionais.

Uma sugestão de aula é um passeio com a turma nas ruas da cidade onde vivem, atente os alunos a observar se as ruas estão limpas, sem lixo. Agora se a localização da escola permite uma visita a lagos, rios ou mares, o assunto pode ser melhor abordado. A poluição das águas é uma das principais preocupações, com a visita os alunos poderão observar se há objetos estranhos na paisagem, como pneus e plásticos flutuando na água. Outra opção de aula é a visita aos aterros sanitários, onde o lixo é devidamente descartado.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais! Lixo no lugar certo

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola