Topo
pesquisar

Ensino A Distância – Algumas Considerações

Orientações

PUBLICIDADE


A formação pós-moderna estendeu-se aos meios virtuais

A educação na era da pós-modernidade abrange outros aspectos, amplia seus caminhos, traça novas diretrizes e rumos, partindo para o ensino à distância através dos meios virtuais.

É um processo pelo qual ocasiona a democratização do ensino, pois o acesso facilitado possibilita que as salas de aula cheguem a qualquer lugar, basta ter um ponto de conexão à rede de internet.

Segundo dados do Ministério da Educação, em 2002 o Brasil tinha 46 cursos a distância, contra mais de 350 na atualidade. Da mesma forma, o número de alunos era de quarenta mil, passando para cerca de duzentos e cinquenta mil.

Com isso, as instituições de ensino tiveram um substancial aumento no número de alunos, conquistando e oferecendo novas áreas de atuação profissional.

Dentre as principais facilidades encontradas nesses cursos temos as aulas não presenciais, a distância entre aluno e quadro de giz, aulas com horários flexíveis, provas por agendamento, dentre outras.

O mercado de trabalho não recebe mais esses profissionais como desqualificados, duvidando da sua capacitação profissional.

elo contrário, acredita-se que alunos que se formam através da EAD tornam-se mais capacitados, pois demonstram grande responsabilidade e compromisso com os estudos, seguem à risca as determinações e exigências dos mesmos.

A qualidade dos cursos em EAD é avaliada através das leis que regem a categoria, desenvolvidas pelo Ministério da Educação.

urante o credenciamento dos cursos, as instituições devem comprovar estrutura e recursos humanos adequados. Além disso, manter um calendário de curso com o número de dias letivos necessários, currículos e modalidades.

Historicamente falando, o ensino à distância existe desde 1904, porém era feito através do uso dos correios, onde os alunos compravam os cursos de sua preferência e as escolas enviavam os materiais.

Os cursos eram de formação técnica, onde os estudantes tinham que apresentar as tarefas que fossem determinadas para que os responsáveis examinassem a capacidade profissional do aluno, que, no término do mesmo, recebia o respectivo diploma.

Nos cursos de EAD o contato entre professor/aluno e aluno/aluno acontece por meio virtual. São salas de bate-papo, câmeras de vídeo integradas aos computadores, fóruns de discussões, etc. Na educação on-line, podem existir encontros presenciais, dando caráter semipresencial ao curso. Normalmente, nesses cursos as provas são feitas na sede da instituição.

Os professores que trabalham com EAD são capacitados da mesma forma como para a graduação comum. Os mesmos passam por processos de aprimoramento profissional, a fim de atender a demanda e as necessidades dos alunos pelos meios virtuais. Também são avaliados e acompanhados constantemente, devem apresentar planos de aula para os coordenadores dos cursos, todas as exigências de praxe da área educacional.

O ramo das atividades estudantis on-line cresceu tanto que já é possível cursar uma faculdade do exterior, dentro da própria casa. Atualmente, existem três universidades que aceitam brasileiros: a The Open University (britânica), a Universidade Aberta, de Portugal; e a Universidade Nacional de Educación a Distancia (UNED), na Espanha; com a apresentação de grades curriculares para cursos em nível de graduação, especialização, mestrado e doutorado, além das específicas em línguas.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja Mais!
Ensino e Pesquisa
Que caminhos seguir na construção de projetos pedagógicos

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola