Topo
pesquisar

Formação continuada: a atualização do professor

Orientações

PUBLICIDADE


Exigência do século XXI: a formação permanente.

Uma das exigências do século XXI para o professor é a formação permanente. Um profissional da educação que se preocupa em estar sempre se atualizando, com certeza está de acordo com os padrões estipulados para este novo método de ensino.

Um bom educador é aquele que se preocupa em refletir com seus alunos uma determinada matéria e não apenas ensinar ou transmitir conteúdos. Para isso ele precisa estar bem informado, conhecer práticas pedagógicas contextualizadas, instrumentos para um trabalho eficaz, aplicar metodologias diversificadas.

Infelizmente existem empecilhos na vida do professor que dificultam este preparo: o cansaço gerado pela longa jornada de trabalho, ou seja, a falta de tempo muitas vezes impede uma busca pela melhora da prática docente.

Mas em meio a tantas dificuldades é importante que o educador encontre meios para se atualizar. De que forma pode ser feita a formação permanente do educador?

Ciclos de palestra, seminários, simpósios, cursos de pós-graduação, eventos culturais, MBA, mestrado, extensão, entre outros. Em um mercado onde a competição é cada vez mais acirrada, os cursos de especialização estão se tornando quase obrigatórios nos currículos dos profissionais.

Os cursos de especialização fornecem ainda uma forma diferente de "enxergar" determinadas questões organizacionais, antes despercebidas. A contribuição importante desses cursos é a troca de conhecimentos práticos em sala de aula, onde cada um tem a oportunidade de apresentar suas experiências vividas, de acordo com o assunto abordado.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola