Topo
pesquisar

Pigmentos: uma aula de arte

Orientações

PUBLICIDADE

Festa de cores com pigmentos.

Os pigmentos são usados para diversos fins: tingir roupas, instrumentos, e não é de hoje que eles existem. Na História temos relatos que os homens retiravam pigmentos das plantas para reproduzir as cores da natureza. Como exemplo temos os índios, os quais desde os tempos remotos já pintavam o corpo com urucum, e até os chiques europeus usavam legumes para dar cor as suas roupas.

Os pigmentos são substâncias químicas liberadas por determinadas plantas, quando estas passam por um processo de fervura em água e formam uma tinta. O dióxido de titânio é um pigmento artificial de coloração branca, usado para dar cor a tintas, pastas de recobrimento, plásticos, etc. Mas nosso objetivo aqui é demonstrar como preparar pigmentos naturais: é um método bem fácil, que pode ser aplicado em sala de aula. Você só vai precisar de plantas, legumes ou flores para obter uma variedade de pigmentos.

Procedimento

Material


- Peça aos alunos que recolham e tragam para a aula os seguintes produtos naturais: urucum, nozes, casca de abacaxi, beterraba e cenoura. E reserve o seguinte:
- Recipiente para levar ao fogo
- água
- pincéis
- papel
- formas

Modo de fazer:

- Recolha os produtos naturais e coloque cada espécie separada em um recipiente com água;

- Leve ao fogo e deixe ferver até que o líquido em que estão inseridos os produtos mude para uma tonalidade forte;

- Deixe esfriar e transfira os pigmentos obtidos para formas individuais de acordo com a coloração.

Pronto! Você já tem os seguintes pigmentos:

Urucum – pigmento vermelho

Noz – pigmento marrom

Casca de abacaxi – pigmento amarelo

Beterraba - pigmento rosa

Cenoura – pigmento laranja

Agora é só realizar uma aula de pintura utilizando papel, pincel e pigmentos para dar asas à imaginação dos alunos!


Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola