Topo
pesquisar

As conseqüências de ser professor

Sugestões para Pais e Professores

PUBLICIDADE


O professor tem que ser um super-herói para conseguir fazer tudo que precisa.

O professor, para desenvolver sua prática, precisa ter muita força de vontade e persistência, pois existe um arsenal de atividades que são ligadas à profissão, tais como corrigir avaliações, elaborar atividades, preparar aula, além de permanecer longos períodos em pé.

A árdua atividade diária gera um grande desgaste ao corpo de um professor que pode deixá-lo fora das atividades durante um tempo.

As principais conseqüências estão ligadas a problemas na voz, até por que é o principal instrumento de trabalho.

A voz é indispensável ao professor, pois é através dela que as informações dos conteúdos e conhecimentos em geral são transmitidas.

Por causa da enorme importância que a voz ocupa, é de extrema necessidade a conservação da mesma, cuidados com as cordas vocais são necessários para garantir a qualidade do ensino.

De acordo com a pesquisa de Nelson Roy, da University of Utah, de 259 professores entrevistados cerca de 62,9% disseram que já enfrentaram problemas vocais e aproximadamente 15% afirmam que certamente terá de no futuro mudar de atividade proveniente de problemas na voz.

O que motiva problemas vocais nos professores são especialmente falta de informação sobre a utilização da voz, condições de trabalho desfavorável, extensa jornada de trabalho e muitos outros.

Outros problemas ligados à prática docente são os problemas de postura, fadiga mental, alimentação inadequada que oferecem riscos de desencadear uma diminuição no sistema imunológico, ocasionando doenças de diversas naturezas.

Essas preocupantes informações são derivadas, segundo o médico generalista Ramiro Stelmach, de baixos salários, restrito tempo para se cuidar, má alimentação e muita exigência dentro da sala de aula, além disso, trabalha demais e descansa pouco.

Abaixo alguns cuidados que devem ser colocados em prática para melhorar a qualidade de vida do professor e de seu ofício.

- Ingerir várias vezes durante a aula, água em pequenas quantidades e em temperatura ambiente.

- Usar bem as palavras.

- Ter cuidado com o pó de giz.

- Evitar alimentos pesados nos períodos de trabalho.

- Evitar café, bebidas gasosas e cigarro, assim como derivados do leite.

- Ao despertar realizar alongamentos para relaxar.

- No banho, deixar a água incidir sobre os ombros para amenizar as tensões.

- Exercícios de aquecimento e resfriamento vocal em momentos que antecedem as aulas e também depois das mesmas.

- Explorar a participação dos alunos para poupar a voz.

- Descansar a voz nos intervalos.

- Caso seja possível, usar o microfone.

- Visitar regularmente o fonoaudiólogo e o otorrino.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Sugestões para Pais e Professor - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola