Topo
pesquisar

Planejando estratégias que visem contornar futuros obstáculos

Sugestões para Pais e Professores

PUBLICIDADE


Habilidades e competências compõem o perfil do educador


Almejando alcançar resultados satisfatórios diante de sua prática docente, o educador lança mão de estratégias metodológicas diferenciadas com base em um planejamento bem estruturado ao longo de todo o ano letivo.

Dentre estas estratégias inclui-se uma avaliação prévia no intento de analisar o nível de conhecimento dos alunos, a relação de convivência no ambiente escolar, enfim, procurando promover uma sondagem a fim de realizar um trabalho satisfatório.

Entretanto, tais procedimentos não são suficientes quando se trata das barreiras que, inegavelmente tendem a surgir em meio a esta trajetória. Assim sendo, torna-se necessário que o educador disponha de habilidades e de um aparato pedagógico eficiente, a fim de contornar possíveis eventualidades.

As mesmas encontram-se diretamente ligadas ao rendimento em função do ensino-aprendizagem, razão pela qual a avaliação deve ser algo permanente, procurando priorizar todos os aspectos. Diante disso, tão logo se obtenha os resultados referentes ao primeiro bimestre, iniciar-se-ão as medidas preventivas, não em caráter emergencial, mas sim planejado, no intento de evitar o insucesso, como é o caso de repetências e evasão escolar.

Em se tratando de tais medidas adotadas, salienta-se para a importância de a instituição de ensino dispor de um grupo de apoio pedagógico funcionando como suporte em auxílio àqueles alunos que apresentaram um baixo rendimento em relação aos demais.

A chave para a problemática em discussão é fazer um diagnóstico preciso das reais necessidades de aprendizagem destes alunos, estabelecendo metas no sentido de concretizar os objetivos propostos. Dispondo de uma atenção individualizada, sendo aplicada a turmas menores, utilizando-se de atividades diferenciadas daquelas habituais.

Para tal, uma excelente sugestão é promover aulas de reforço aplicadas no contra-turno, nas quais o professor de apoio deverá estabelecer uma perfeita sintonia com o professor regente, avaliando os rendimentos alcançados em decorrência das ações executadas.

Outra proposta de grande eficácia é a aplicação de atividades extras que subsidiarão os possíveis déficits, como, por exemplo, pesquisas, lista de exercícios avaliativos, estudo dirigido com monitorias, entre outros.

O resultado obtido por meio das mesmas será positivo, pois motivará os educandos a ampliar seus conhecimentos, aprimorando consideravelmente a busca pelo aprendizado.

Por Vânia Duarte
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Sugestões Pais e Professores - Educador - Brasil Escola  

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola