Topo
pesquisar

Trem da partida e da chegada

Trabalho Docente

PUBLICIDADE

O dia amanheceu lindo, os preparativos para a viagem começavam. A família estava eufórica. Todos estavam felizes. Lembranças boas de infância. Íamos viajar. Toda a família vestiu sua melhor roupa, e partimos no carro do meu tio, rumo à estação ferroviária pela primeira vez. Agora iríamos conhecer um trem de pertinho! A locomotiva aparecia ao longe puxando os vagões de uma maneira majestosa e singular, e ia se aproximando vagarosamente até parar. Esperávamos pacientemente, não estávamos com pressa, afinal, o nosso sonho de viajar de trem nos deixava em estado de graça. Sonhávamos com aquele momento toda a nossa vida.

A felicidade era imensa. Desde que me dei por gente recordo dos trens como algo bastante chegado a minha infância. Quando embarcamos no trem ouvimos um apito e logo em seguida as portas se fecharam e o trem começou a andar. A viagem era uma longa estrada que se descortinava a nossa frente. O tempo corria paralelo a ela. E o trem seguia a viagem, parando nas estações, era um reiniciar inalterável cada vez que ele chegava e cada vez que ele saia, era um entra e sai de passageiros, cada um seguindo o seu destino.

O barulho do trem nos trilhos era um ruído bom, familiar, aconchegante. A vegetação, as paradas nas estações, as pontes e plataformas, o saracotear dos vagões, o apito, nos davam a sensação de felicidade e de paz.
Uma viagem de trem nunca é monótona. É uma viagem através dos tempos. A lembrança da nossa primeira viagem de trem faz-me a alma levitar. O sentimento de ver uma locomotiva apitando, a história vivida numa simples viagem de trem, o prazer de ver o trem chegar e partir, tudo isso são coisas que me preenchem o coração.

Naquela viagem, o dia inteiro o trem correndo em trilhos, tantas estações e paradas, quanto mundo novo ali dentro daquela locomotiva. Essa viagem foi algo inesquecível. Hoje sei, que a nossa vida pode ser comparada a uma viagem de trem. Provavelmente há muita gente em nossos dias que não teve a oportunidade de fazer uma viagem de trem, mas certamente todos podem imaginar como deve ser esta experiência. No percurso desta viagem há muitas paradas, com pessoas entrando e saindo dos vagões.

Pode haver algum acidente no percurso, algumas surpresas boas ou ruins. Assim é a viagem da vida, cheia de sonhos, expectativas, tempo de espera e de adeus, sem nunca termos a chance de voltar no tempo. É por isso que a nossa viagem no trem da vida é especial e única. Sou deslumbrada pelas imagens de trens. Quando as admiro, me vem ao pensamento a imponência e a alegria da chegada, e também tantos encontros que ficam por fazer, tantos desencontros que não se realizam, que passam por linhas paralelas. Encontros e desencontros, pois o trem da chegada é o mesmo da partida.

Uma viagem de trem pela vida é como abrir portas , muitas vezes trancadas dentro de nós. Esse trem parte e chega todo dia. Causador de nossos sonhos e fantasias, intenso e enlevado, delineia a sua passagem pelos trilhos, obedecendo a vontade de onde ele quer chegar. Pinta a porta aberta à aventura da saída e da chegada. E assim, corta a paisagem, os campos, corre ao longo dos rios, ressoa nos vales, desbravando fronteiras, levando nossos sonhos e lembranças,carregando as emoções no destino inscrito em sua rota.

Nesse ano que se aproxima, o trem da vida, que partiu, está chegando com novas perspectivas e esperanças. Seu barulho ressoa em nossos corações com votos de um Feliz Ano Novo, com saúde, paz e alegria.Não podemos perder essa viagem. Ouvi falar que a felicidade e as aspirações mais luminosas estão na passagem desse trem.

Amélia Hamze
Profª da FEB/CETEC
FISO/ISEB
Barretos-SP
ahamze@uol.com.br

Trabalho Docente - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola