Topo
pesquisar

Utilizando a internet de forma segura

Comportamento

PUBLICIDADE

O acesso à internet não é fiscalizado por nenhum órgão. Os serviços oferecidos na internet em sua maioria podem ser realizados por qualquer pessoa sem nenhuma restrição.

Sugere-se que toda criança e todo adulto esteja informado de como utilizar a internet, garantindo a segurança dele e de sua família.

É de extrema importância, que todos os pais tenham o controle dos sites que são utilizados pelos seus filhos prevenindo e diminuindo bastante os potenciais perigos de utilização da Internet. Segue abaixo algumas dicas a serem consideradas, quer pelos pais quer pelos filhos:

• Oriente seu filho a seguir as regras que são recomendadas no momento em que estiver utilizando a internet, independente do local que estiver.

• Não confiar na pessoa que está conversando na internet. Existem pessoas que mentem o sexo e principalmente a idade tornando a comunicação perigosa.

• Mostrar como é importante sempre tratar as pessoas que estão on line com respeito. Jamais enviar mensagens de e-mails que ofendam as pessoas ou que apresentem palavras impróprias de serem utilizadas.

• Instruir que ao usar a internet, em uma sala de chat (bate- papo) e perceber que a conversa está encaminhando para um lado estranho ou que se sinta ofendido, feche o navegador imediatamente e desligue seu computador.

• Ao receber e-mails de pessoas, arquivos ou fotos estranhas o correto é enviar direto para a lata de lixo e no caso de fotos estranhas pedir para lhe mostrar.. Evite também acessar URLS estranhas.

• Não faça compras on line, sem a presença dos pais ou responsáveis.

• Evite proporcionar informação de identificação, bem como nome, número de telefone, local onde mora, estuda ou trabalha. Quando estiver com dúvida em relação a algum procedimento a ser utilizado, orientar que busque suas orientações ou de um adulto mais próximo.

• Quando necessário, antes de emitir esta informação através de correio eletrônico assegure-se de que se trata de alguém que ambos (você e seu filho) conheçam e tenham confiança. Pense cuidadosamente antes de relevar informação como a idade, estado civil ou informação financeira.

• Evitar colocar fotografias delas ( principalmente por se tratar de criança) em locais da Web disponíveis ao grande público. Considere utilizar um pseudônimo e previna seus filhos para nunca dar o seu nome e apelidos. Evite também alistar o seu nome e endereço eletrônico em portais públicos.

• Quando estiver com algum problema ou sentindo algo, oriente seu filho a lhe procurar, mostrando que você é o melhor amigo dele. Assim você terá uma pessoa mais confiável para lhe ajudar.

Estas são algumas sugestões que irão propiciar o uso saudável e seguro na internet de todas as pessoas que dela utilizam, seja como fonte de trabalho, estudo ou lazer.

• Não permitir que seu filho marque uma reunião presencial com outro utilizador da rede sem a sua permissão. Se esta se vier a realizar, deve ser efetuada num lugar público e na sua companhia.

• Nunca responda a mensagens insinuantes, obscenas, agressivas, que sugiram fins menos lícitos ou que lhe causem incômodo. Incentive seu filho a lhe comunicar se encontrar mensagens deste tipo.

• Informe o seu filho que não deve abrir nenhum endereço Internet associado a uma mensagem eletrônica, caso provenha de pessoas ou organizações desconhecidas. Estas ligações podem conduzir a locais inadequados ou acionar programas que contenham vírus informáticos.

• Se alguém enviar para seu filho mensagem ou imagens obscenas, imorais ou indecentes, com a intenção de molestar, abusar, maltratar, ou de torná - lo meio de transmissão. Caso não consiga eliminar terminar este problema pela simples opção de não responder e ignorar estes "ataques", recomenda – se que comunique estes acontecimentos aos para o órgão responsável pela proteção das crianças ou para a esquadra da Polícia de Segurança Pública mais próxima de sua casa.

Conscientize seu filho que nem tudo que se lê na internet é verdadeiro, bem como estabeleça regras e limites coerentes, para que seu filho possa usar a internet como um meio de comunicação saudável.
 

Por Elen Campos Caiado
Graduada em Fonoaudiologia e Pedagogia
Equipe Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola