Topo
pesquisar

Como surgiu o ferro elétrico

Orientações

PUBLICIDADE


Ferro Elétrico

Algumas vezes fica difícil para o professor introduzir conceitos de física em sala de aula, pois muitos desses conceitos são complexos demais, em outros casos muito abstratos. Dessa forma, fica bom para o ensino-aprendizagem inserir pequenas histórias sobre curiosidades que estejam ligadas ao assunto abordado em classe como, por exemplo, o caso do surgimento do ferro elétrico.

O ferro elétrico é um equipamento eletrodoméstico comum nas residências. Ele tem como função esticar as fibras que compõem os tecidos, ou seja, desamarrotar as roupas. Mas como é que ele funciona? Quando ele surgiu? O ferro elétrico é composto basicamente de um elemento de circuito elétrico chamado resistor, o qual ao consumir energia elétrica converte-a totalmente em energia térmica (efeito joule), ou seja, calor necessário para passar as peças de roupas. Antes da criação desse aparelho as pessoas sofriam para deixar as roupas sempre bem esticadas. Utilizando objetos feitos de ferro e movidos a carvão, brasa quente, as mulheres da época sofriam com o peso do equipamento e ainda tinham que ficar bem atentas com as brasas, pois essas podiam cair e acabar queimando a roupa, sem dizer que elas tinham que encontrar uma temperatura ideal para passar cada tipo de roupa.

Foram muitos anos de sofrimento por parte das mulheres, pois não tinham um mecanismo eficaz que realizasse menos esforço. Entretanto, com as descobertas na área da eletricidade a realidade mudou radicalmente. No século XIX, mais precisamente no ano de 1882, surgiu o primeiro ferro elétrico, ele ainda era pesado e demorava muito tempo para esquentar. No Brasil esse equipamento elétrico se espalhou no início do século XX, transformando e melhorando a vida das donas de casa.

Por Marco Aurélio da Silva
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola