Whatsapp

Biodiversidade brasileira

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus): representante da biodiversidade brasileira.
Lobo-guará (Chrysocyon brachyurus): representante da biodiversidade brasileira.


O Brasil é uma das regiões do mundo que mais abriga seres vivos de espécies distintas, incluindo também aquelas que só vivem aqui: as endêmicas. Só para se ter uma ideia, quase 10% das espécies conhecidas do planeta são encontradas em território nacional.

Apesar disso, é mais comum vermos documentários, programas e até mesmo conteúdos de livros didáticos que abordam seres vivos de outras localidades do mundo do que de nosso próprio país. Assim, não é exagero dizer que muitas crianças contemporâneas têm mais conhecimento sobre a vida dos elefantes, leões, coalas e dragões-de-komodo, do que de espécies tipicamente brasileiras, como a onça-pintada, ema, tamanduá-bandeira e sabiá.

Considerando esse fato, é interessante que o professor de Ciências e Biologia, no planejamento de suas aulas e também nas suas práticas cotidianas; utilize, quando possível, exemplos de seres vivos do Brasil. Além disso, sempre que for viável, é relevante priorizar aqueles típicos do bioma em que estão inseridos já que também, não raras as vezes, fala-se muito sobre a Amazônia, e esquece-se dos demais biomas de nosso país.

Especificamente sobre animais, pode ser feita uma brincadeira interessante, capaz de estimular os alunos a analisarem as características de um bom número deles.


Para realizá-la, são necessários os seguintes materiais:

- Prendedores de roupa;

- Cartolina;

- Imagens de animais típicos do bioma da região em que a escola está situada;

- Tesoura;

- Cola.
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Com a cartolina, devem ser feitos alguns cartões de tamanho médio, em número igual ou maior do que a quantidade de pessoas que participarão da brincadeira. Depois disso, em cada um dos cartões, deve ser colada a imagem de um dos animais selecionados.


Quanto à brincadeira, os procedimentos são:

- Cada cartão deverá ser afixado nas costas de cada participante, utilizando o grampo de roupas.

- Cada participante deverá perguntar aos seus colegas sobre as características do animal que carrega consigo, no cartão.

- Cada participante só poderá receber “sim” ou “não” como resposta às suas perguntas.


Observe o exemplo abaixo:


Anta (Tapirus terestris): representante da biodiversidade brasileira.
Anta (Tapirus terestris): representante da biodiversidade brasileira.


- Esse animal tem asas?
- Não!
- Ele tem quatro patas?
- Sim!


Baseado nas informações obtidas, cada participante deverá descobrir qual é o animal que está no cartão que recebeu. A brincadeira acaba quando todos identificarem o animal em questão; ou quando o tempo estabelecido chegar ao fim.

Para encerrar tal atividade, sugere-se uma discussão sobre os seres vivos trabalhados e, caso seja relevante, a proposta de uma pesquisa escolar que contemple tais espécies e/ou o bioma em que vivem. Neste último caso, o professor de Geografia pode ser um excelente aliado!


Por Mariana Araguaia
Bióloga, especialista em Educação Ambiental
Equipe Brasil Escola

Artigos Relacionados
Clique aqui e conheça uma proposta de aula prática sobre a biodiversidade.
Clique aqui e veja uma atividade prática divertida que aborda o tema biodiversidade.
Veja aqui como trabalhar com seus alunos os biomas brasileiros.
Faça o teste com seus alunos e descubra se eles praticam o consumo consciente.
Clique aqui e veja uma atividade divertida sobre o equilíbrio dos ecossistemas.
Veja como trabalhar com seus alunos a importância dos ambientes marinhos.
Veja aqui uma atividade de conscientização sobre a quantidade de água que temos em nosso planeta.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola