Músicas de Biologia para o ensino

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Músicas com conteúdo de matérias podem fornecer mais motivação ao pré-vestibulando.

”Para a contração do mús-cu-lo
Acti-na-na
Miosi-na-na
Não encurtam-se
Só deslizam-se
Sempre com, sempre com
Grande gasto de ATP
Iááááá...”

(Paródia de “Atirei o pau no gato”)


Para assimilar determinados conteúdos, muitas vezes o aluno recorre a macetes e técnicas de memorização. Como a Biologia se incumbe de estudar a vida e fatores relacionados a ela, não é de se estranhar que o aluno recorra a esta prática para gravar alguns nomes ou conceitos.

Como essa pode ser uma estratégia válida, alguns professores, principalmente de Ensino Médio, ensinam aos seus alunos músicas de ritmo conhecido, com conteúdo de parte de sua matéria. Estas servem até mesmo como descontração, considerando a tensão que geralmente permeia os estudantes nesta fase pré-vestibular, e também são válidas como instrumento de motivação – e como o aluno motivado tende a estudar com mais eficiência...

Entretanto, tais instrumentos devem ser utilizados com cuidado, já que, quando o aluno não compreende a matéria, expressões e frases soltas sem se ter conhecimento de seu contexto e aplicação, e tampouco o sentido de sabê-las, de nada adiantam. Isso seria conduzi-lo a compreender meias ideias, a procurar o caminho mais fácil, a ver o aprendizado como algo mecânico – e não é isso o que um bom educador espera de seus alunos.

Assim, ensinar e/ou utilizar estes macetes no momento da revisão pode ser uma forma mais eficaz de aliar essa estratégia. Isto propiciará que o estudante relacione o conteúdo à música (e não esta à falsa ideia de ter o domínio da matéria); e possa relembrar certos conceitos, por exemplo, durante suas provas.

Fazer assim até mesmo instiga a curiosidade do aluno quanto ao novo ritmo da vez, e pode incentivá-lo quanto ao espírito criativo, ao imaginar ou criar formas de associar o que tem estudado a uma música conhecida.

Aliás, esta pode ser uma atividade a ser proposta, ao fim do ano, nos momentos finais que antecedem o vestibular.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola