Topo
pesquisar

Sentindo a quantidade de movimento

Estratégias de ensino-aprendizagem

A quantidade de movimento de um corpo de massa m e velocidade v é o produto da sua massa pela sua velocidade.
PUBLICIDADE

Se pensarmos um pouco, veremos que em nosso cotidiano seria mais fácil parar uma bola de tênis a 20 km/h do que um automóvel à mesma velocidade. Isso indica que tanto a massa quanto a velocidade são importantes na descrição do movimento e que uma grandeza que se relacione com a massa e a velocidade do objeto caracteriza melhor o movimento do que somente a velocidade. Essa grandeza, que indica quanto de matéria está se movendo e com que velocidade, é a quantidade de movimento.

A demonstração a seguir tem o objetivo de ilustrar o significado da grandeza quantidade de movimento. Para realizar este experimento necessitaremos de uma bola de tênis, uma bola de pingue-pongue e uma bola de futebol ou basquete. É interessante que a atividade seja realizada no primeiro e no segundo andar de sua escola, caso não seja possível, faça o uso de uma escada para ficar a um nível mais alto em relação ao solo.

Como realizar o experimento

Solte da janela do primeiro andar, nesta ordem: a bola de pingue pongue, depois a bola de tênis e a depois a bola de basquete. A pessoa que ficar no térreo tenta segurar cada uma das bolas. Veja o movimento realizado pelas mãos após o impacto de cada uma das bolas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para segurar as bolas, em qual delas é preciso mais força?

Peça para alguém subir em uma cadeira e em seguida soltar uma bola de cada vez, na mesma ordem. O que muda em relação à situação anterior?

Discuta com seus alunos o que houve de diferente na primeira e segunda situação do experimento. É interessante que o professor aceite todos os argumentos possíveis para posteriormente explicar a correta definição de quantidade de movimento bem como o quanto ela depende da velocidade.

Dica: lembre-se que a velocidade de cada uma das bolas, desprezando a resistência do ar, é dada através da seguinte equação:


v=√(2.g.h)


Por Domiciano Marques
Graduado em Física

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola