Topo
pesquisar

Simulador de Bafômetro - Atividade Experimental

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Policial aplicando o teste do bafômetro.

O consumo exagerado de bebidas alcoólicas tem se tornado um grande problema em todo o mundo. A ingestão habitual de grandes quantidades de álcool, além de levar à doença alcoolismo, pode causar danos irreversíveis ao cérebro, ao coração e ao fígado.

Mas os problemas não afetam só o alcoólatra, todos nós sabemos dos riscos de se dirigir embriagado, você coloca em risco não só a sua vida, mas a de muitas outras pessoas. A fiscalização de trânsito usa de recursos para desvendar se um motorista está ou não embriagado e um deles é o bafômetro: esse aparelho mede a quantidade de álcool no organismo.
No trânsito, uma pessoa que ingeriu álcool só está apta para dirigir, se apresentar níveis de etanol abaixo de 0,06 %.

Não é preciso ser policial para possuir o bafômetro, podemos construir um simulador deste aparelho através do seguinte procedimento:

Material:

• Um pequeno vidro transparente (pode ser de remédio);
• Um vidro grande vazio com tampa (de maionese de 250 ou 500 ml);
• Tubo de látex;
• Cola de secagem rápida (durepoxi);
• Solução de dicromato de potássio (50 ml a 0,1 mol/L);
• Solução de ácido Sulfúrico (20% v/v);
• Álcool comum.

Construção do equipamento:

Você irá precisar de dois tubos de látex, um deles vai até o fundo do vidro grande e o outro ultrapassa apenas um pouco da tampa (esse deverá formar uma conexão com o vidro de remédio). Esta tampa deverá estar encaixada e com furos que permitam somente a entrada dos tubos de látex.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Preparo da solução: acrescente à solução de dicromato de potássio igual volume de solução de ácido Sulfúrico.

Procedimentos:

1. Coloque álcool no vidro maior até ¼ de sua capacidade;

2. Coloque a solução ácida de dicromato de potássio no vidrinho de remédio até à metade de sua capacidade;

3. Sopre para dentro do vidro grande e observe o borbulhamento dentro do vidro menor (que contém dicromato de potássio).

Conclusão: Você irá observar com esse bafômetro a reação do álcool com o dicromato, essa reação é que produz o borbulhar da solução.

Relação dos efeitos no comportamento humano com a concentração alcoólica do sangue:

- 0,05 % de álcool no sangue: euforia, sensação de relaxamento e bem-estar, visão reduzida;

- 0,10 %: alterações na coordenação motora e confusão mental;

- 0,15 %: demora na resposta a fatos externos e maior dificuldade de coordenação;

- 0,20 %: alterações de humor;

- 0,30 %: fala distorcida;

- 0,35 %: estupor - falta profunda de resposta onde o indivíduo só desperta com um estímulo energético (sacudidas, beliscões, gritos);

- 0,45 %: coma alcoólico, do qual o indivíduo não pode ser despertado.
Acima de 0,45 %: morte.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Orientações - Educador - Brasil Escola

O consumo de álcool por adolescentes vem crescendo assustadoramente
Estratégias de ensino-aprendizagem Efeitos nocivos das bebidas alcoólicas
As teorias de Física Moderna geralmente são de difícil compreensão
Estratégias de ensino-aprendizagem Uso de simuladores nas aulas de Física Moderna
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola