Topo
pesquisar

Universidade desenvolve Glossário de Mecânica para estudantes cegos

Notícias

Projeto criado na PUC Minas usa método semelhante ao Sistema Braille para reproduzir figuras da Física
Por Lorraine Vilela Campos
PUBLICIDADE

Como dar autonomia ao estudante cego no aprendizado de Física levando em consideração o formato apresentado nos livros didáticos comuns? Esta foi a premissa que levou o professor Alexandre de Oliveira Martins a desenvolver o Glossário de Mecânica em seu mestrado, projeto que desenvolveu símbolos em relevo, com pontos semelhantes ao do Sistema Braille, para representar figuras de elementos típicos da disciplina. 

A professora do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da PUC Minas, Adriana Gomes Dickman, uma das orientadoras do projeto, diz que a motivação para a criação do Glossário de Mecânica foi a percepção de que os textos escolares são traduzidos para o braile, mas que a representação ou descrição das figuras fica sob responsabilidade do professor ou outra pessoa, tirando a autonomia do estudante e dificultando a interpretação de tópicos básicos da parte de Mecânica como blocos, cordas, molas, roldanas e vetores. Quando há a tentativa de trazer um relevo para os símbolos, o mais comum nas salas de aula é a reprodução com barbante, macarrão e materiais de mais fácil acesso. 

"O glossário é uma forma final que arranjamos para agrupar os símbolos criados, suas regras e algumas situações em que eles podem ser usados",  Adriana Gomes Dickman -  professora do Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da PUC Minas

Produto para a sociedade

De acordo com Adriana, o glossário e o software estarão disponíveis para qualquer pessoa que tenha interesse em utilizá-los e que faça a solicitação à PUC Minas. "Acreditamos que contribuiria muito para o professor ou centros de atendimento a estudantes cegos, por causa da facilidade de imprimir as figuras em série, necessitando apenas de uma impressora braile", ressalta. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Responsável pelo projeto, Alexandre estuda, ainda, as barreiras que os estudantes e professores encontram nas salas de aulas. "Há que ter sala multifuncional nas escolas, o que é raro de se encontrar", ressalta. Para o professor, o material desenvolvido é importante por ser mais acessível aos educadores e seus alunos. 

Como funciona o software?

Inicialmente, os símbolos foram desenvolvidos em um software gratuito e em inglês de manuseio mais difícil, já que era preciso que o usuário (professor) desenha-se cada item manualmente. Agora, Alexandre ampliou o projeto em seu doutorado - o qual ainda está em andamento - elaborando todos os demais símbolos necessários para a representação de qualquer figura ou diagrama de Mecânica. 

Com a ampliação dos símbolos em relevo e a necessidade de uma ferramenta com maior alcance social, o professor Alexandre de Oliveira buscou a implementação de um software PDC (Physics Diagram Creator) para a construção do glossário. O software foi desenvolvido pelo aluno de iniciação científica Gabriel César Braga, do curso de Engenharia Mecânica da PUC Minas, e possibilita que qualquer professor que trabalhe com estudantes cegos possa escolher as figuras a serem impressas, já que a representação está pronta no formato digital. 

Figura de Mecânica representada em relevo

Em relação ao formato das figuras, o glossário criado utiliza os pontos para dar noção de preenchimento ou vazio em uma roldana, por exemplo. Diferentes símbolos são representados pelos pontilhados que se assemelham o braile, o que facilita ao estudante a noção física do que está representado no livro, já que a descrição feita pelos professores é capaz de criar uma imagem para o aluno.

 

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola