Topo
pesquisar

Verificando a influência do atrito no disco flutuante

Estratégias de ensino-aprendizagem

A atividade experimental do disco flutuante mostra qual é a influência que o atrito pode exercer sobre o movimento dos diferentes tipos de objetos.
PUBLICIDADE

Ao estudarmos a força de atrito vimos que ela pode ser considerada a mais importante das forças de contato, pois é graças a ela que conseguimos andar, que seguramos as coisas etc. Então podemos definir a força de atrito como sendo uma força de contato que surge sempre que um corpo ou objeto tende a deslizar sobre outro. Lembramos que a força de atrito se opõe ao movimento relativo entre eles.

Esta atividade experimental tem por finalidade auxiliar o professor no momento da explicação da atuação da força de atrito, isto é, da influência que o atrito exerce sobre os objetos. Este experimento é considerado de baixo custo por ser produzido com materiais de fácil aquisição. É uma atividade que pode ser construída em grupo, com no máximo quatro alunos, ou também pode ser produzida individualmente.

Para a realização desta atividade serão necessários os seguintes materiais:

- uma bexiga
- um cd velho
- cola quente, ou também cola super bonder
- uma pequena rolha
- um prego grosso e martelo

Montando o disco flutuante

Primeiramente você deve furar a rolha com a ajuda do prego e do martelo, lembre-se que o furo na rolha deve ser exatamente em seu meio, a fim de coincidir com o furo no cd. Não há a necessidade que o furo na rolha seja muito grosso, portanto, um furo estreito dificulta a passagem de ar pelo seu interior.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em um segundo momento passe cola super bonder na rolha de modo que possa ser colada no cd com seus furos coincidentes, permitindo a passagem de ar pela rolha e também pelo furo central do cd. Após alguns minutos veja se a rolha fixou bem no cd, caso tenha fixado bem, passe para a próxima fase.

Agora encha bastante o balão e enrole o bico a fim de impedir que o ar contido em seu interior saia. Posteriormente, coloque o bico do balão na rolha. Agora coloque o disco sobre uma mesa ou sobre o chão liso com o balão posicionado para cima. Solte o conjunto a fim de que o balão se desenrole e o ar comece a sair de seu interior através do furo na rolha. Empurre o cd e veja que ele percorre uma distância maior do que quando o balão está vazio. Isso ocorre pelo fato de o atrito ser minimizado quando há uma camada de ar entre o cd e a superfície de deslize.

Peça aos alunos que façam uma comparação entre as distâncias percorridas pelo disco flutuante quando há e não há ar circulando entre o cd e a superfície de contato.


Por Domiciano Marques
Graduado em Física

Aspecto final do disco flutuante sobre a mesa
Aspecto final do disco flutuante sobre a mesa
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola