Topo
pesquisar

Aplicação do conceito de Carbono Zero

Estratégias de Ensino

PUBLICIDADE


Desde cedo precisamos respeitar a natureza.

A idéia de transformar temas ecológicos em lições atrativas e para toda a vida é bastante considerável, nunca é cedo demais para introduzir certos conceitos em sala de aula, especialmente os que se referem à cidadania. A poluição é um problema de todos e não importa a idade, porque começamos a contribuir com a catástrofe ambiental desde que não tínhamos sequer a consciência do que está acontecendo ao planeta, exemplo simples: jogar papéis de bala no chão é um hábito antigo praticado por adultos e crianças.

A história pode tomar outro rumo se começarmos a contribuir, e uma opção é apresentar o conceito de “Carbono Zero” para os alunos de todas as idades. Esse conceito está diretamente ligado ao ciclo de carbono na atmosfera. Nas últimas décadas passamos por um aumento populacional e de tecnologia, o que gera mais gases poluentes, a campanha do Carbono Zero já faz parte da política de algumas empresas, ela existe para que pessoas e indústrias possam neutralizar a emissão de gases do efeito estufa.

O carbono zero é um tipo de crédito, se uma empresa queima X gases do efeito estufa durante seu processo de produção, ela deverá compensar o desequilíbrio neutralizando os outros X presentes na atmosfera, é uma espécie de balança ecológica. Este projeto já é conhecido por empresas e escolas dos Estados Unidos e Europa.

Assuntos como esse reforçam um desafio crescente para os educadores: o de conciliar. É um programa de aprendizagem flexível, onde temas de conhecimento são enriquecidos com notícias que fazem parte do dia-a-dia, com os problemas atuais da humanidade. O professor pode inovar: fazer uso de concurso de redações, gincanas e até problemas de matemática abrangem o assunto Carbono Zero.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Química - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola