Topo
pesquisar

Fluorescência ou Fosforescência?

Estratégias de Ensino

PUBLICIDADE

Objetos fosforescentes.


Não é um erro ortográfico, na verdade existem as duas energias: Fluorescência e Fosforescência. Este contexto se relaciona com os elétrons e a propriedade de se excitarem, veremos duas formas de iluminação: a Fluorescente e a Fosforescente, os nomes são parecidos, mas se diferenciam pelas propriedades.

Jovens em geral são ligados em luzes, cor e som e a junção destes três itens conferimos nas boates: é nesse ambiente que podemos presenciar a Fosforescência. Antes de uma definição do que vem a ser este fenômeno, é válido lembrar a importância de contextualizar o conteúdo de Química, até porque os alunos desta disciplina são em geral adolescentes, e nada melhor que assuntos modernos e que condizem com a realidade desta faixa etária.

Fluorescência se define como as propriedades das substâncias de adquirirem luminescência ao serem iluminadas.

O melhor exemplo prático da aplicação da fluorescência é a sinalização de trânsito, você já reparou que nas rodovias existem placas que se iluminam quando os faróis do carro vão de encontro a elas. Este efeito permite visualizarmos o que está escrito nas placas, imagine se não existisse esta propriedade? Como as placas seriam lidas à noite?

Mas quais substâncias são responsáveis por este fenômeno químico? O Tetracianoplatinato de Bário e Sulfeto de Zinco (ZnS). A excitação dos elétrons produz energia capaz de gerar luz.

Fosforescência é observada quando uma substância possui luminescência própria, por exemplo, os mostradores de relógio.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

Veja mais! Excitação eletrônica

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola