Topo
pesquisar

A ligação entre o espaço físico e o social no ensino da Geografia

Orientações

PUBLICIDADE


Não há ambientes naturais no mundo que não tenha sofrido alterações globais.

Quando se realiza o estudo acerca do espaço geográfico, é necessário levar em consideração as relações sociais no espaço a ser analisado e a natureza. Isso não quer dizer que a ciência deve ser dividida em Geografia física ou humana, pelo contrário, é preciso conhecer os conceitos específicos de cada vertente da Geografia. No entanto, é indispensável a realização de estudos que visam a ligação entre o meio natural e a sociedade, já que o homem interfere há muito tempo na natureza.

O estudo da natureza não deve ser desenvolvido somente com o intuito de exploração para fins econômicos. O que é preciso fazer é a análise do meio natural em sua totalidade (biosfera), porém para fazer isso é preciso conhecer as características de seus elementos (atmosfera, vegetação, clima, relevo, hidrografia, etc.), além dos impactos humanos sobre os elementos naturais.

De acordo com dois grandes pensadores da Educação (Piaget e Vygotsky), o ensino e também os livros didáticos praticam dois erros periodicamente: considerar o jovem como um pequeno adulto, ou vice-versa, descartando a possibilidade de desenvolvimento por parte do educando; e ignorar o nível de conhecimento e compreensão dos mesmos. Por volta da década de 80, os livros didáticos considerados de melhor qualidade eram elaborados a partir de uma linguagem acadêmica de difícil compressão, não compatível com o capital intelectual dos alunos. Existiam outros livros que consideravam os alunos como limitados intelectualmente, apresentando em suas páginas quadrinhos de péssima qualidade e atividades extremamente alienadas.

O educador de Geografia deve sempre deixar claro aos alunos a importância do estudo da natureza, porém, é preciso inserir sempre as relações sociais durante a explicação, pois são elas que mudam as paisagens. Além disso, não existem ambientes intocados, tendo em vista que até os pontos mais longínquos do planeta sofrem influências, como por exemplo, os pólos norte-sul, os quais recebem, por meio da atmosfera, a poluição emitida em áreas distantes.

Por Eduardo de Freitas
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Orientações - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola