Topo
pesquisar

Horários de Educação Física

Orientações

PUBLICIDADE


Educação Física – disciplina que promove a integração social

Que atire a primeira pedra quem nunca utilizou um horário de educação física para fazer outras atividades, senão esportes, como ensaios e montagem de festa junina, instalação de feira cultural, ensaios para apresentações, dentre outras coisas.

Muito além do que todos imaginam, a educação física é de extrema importância para crianças e jovens, pois serve como momento de integração do grupo, socialização dos sujeitos envolvidos, aprendizagem das práticas esportivas, descontração, diversão, alívio do estresse, etc.

Mas nem sempre a equipe pedagógica percebe sua importância, tornando-se mais flexível quanto ao uso dessas aulas. Se a carga horária aperta, usam o horário da educação física para complementar a jornada; se programam passeios, estes acontecem nos horários das aulas de educação física; festas e ensaios acontecem sempre nesses momentos.

E os adorados professores da disciplina vêem seu trabalho sendo prejudicado, desrespeitado, tendo que aceitar as imposições da coordenação e direção.

Como qualquer outra disciplina, a Educação Física também requer planejamento e discussão, é tão importante quanto matemática, português ou ciências. É um erro pensar que essa não dispõe de conteúdos próprios a serem trabalhados. Ao contrário do que muitos imaginam, estes são muito extensos e deveriam ser levados a sério.

Trabalhar com festas e eventos utilizando as aulas de educação física não é o grande problema, porém é necessário que sejam fundamentados nas práticas educativas da especialidade como, por exemplo, dançar, que requer várias habilidades motoras que podem ser desenvolvidas nessas aulas.

Socialização é outro importante aspecto para a formação do sujeito, então, para desenvolver festividades culturais, os professores podem propor pesquisas e passeios visando esses conhecimentos, bem como confecção de materiais, aprendizado de danças folclóricas, execução de receitas culinárias, etc.

As aulas esportivas não devem ser esquecidas, pois os jogos recreativos são forte instrumento para melhorar as relações pessoais dos alunos. Além disso, o conhecimento das regras e as técnicas também são importantes para a formação esportiva dos alunos. E por que não programar os jogos internos da escola, com disputas entre as turmas e entrega de medalhas ao final do campeonato?

O principal é não tratar a matéria com desdém, desconsiderando suas características próprias, fazendo com que os alunos percam o incentivo pelos esportes, fundamentais para a saúde física e mental.

Por Jussara de Barros
Graduada em Pedagogia
Equipe Brasil Escola

Veja mais!
Currículo na Escola
Caminhos de uma boa formação

Orientações - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola