Topo
pesquisar

Escrever ou desenhar com luz

Trabalho Docente

PUBLICIDADE

O primeiro exemplo da máquina fotográfica que hoje se conhece, foi à chamada "câmara escura". A 1ª câmara foi inventada no inicio do século XVI. Muitos historiadores afiançam que a invenção foi de várias pessoas dentre elas o Italiano Leonardo da Vinci (1452-1519). A noção de seus princípios óticos se atribui a Aristóteles, anos antes de Cristo, e seu uso para observação de eclipses e auxílio ao desenho, a Giovanni Baptista Della Porta. A invenção da fotografia foi atribuída ao francês Nicéphore Niépce entre 1823 e 1826. Nicéphore Niépce utilizou uma caixa como câmara, uma lente biconvexa e uma placa movida por uma liga metálica à base de estanho e chumbo; o tempo de apresentação foi de cerca de oito horas.

A fotografia é essencial para os meios de comunicação. Atualmente as imagens são utilizadas para informar idéias, difundir informações ou desenvolver opiniões. Nos livros, nas revistas, jornais, folhetos, painéis existem linguagens e ilustrações visuais. O uso da fotografia é um instrumento que inclui a linguagem visual e propicia desenvolver a compreensão e a análise do poder das imagens na sedução das massas. A maioria das informações é adquirida pelas imagens. Os alfabetizados visuais são os que aprendem como ler e conseguem construir conhecimentos através da imagem fotográfica. Porém em uma sala de aula as imagens fotográficas devem ser usadas acopladas a um objetivo, e os temas devem ser vinculados ao cotidiano dos alunos, ficando assim mais fácil o ato de alfabetizar. Devemos oportunizar imagens de jornais, revistas, televisão, e outros meios de comunicação social, que utilizam a fotografia para veiculação de informações.
No mundo contemporâneo, temos que ser alfabetizados verbal e visualmente também , pois os meios de comunicação social transmitem informações através das imagens e com isso há necessidade dos alunos tornaram-se críticos das imagens que lêem diariamente. Para ser alfabetizado visualmente, os alunos devem construir seu conhecimento e utilizar as imagens como palavras para comunicar significados.

O material fotográfico não pode ser entendido sem se relacionar com seu método produtivo. Fotografar é uma forma de expressão, fotografar é um modo de observar o passado. A fotografia cristaliza e registra o momento histórico, a comunicação e a informação. A imagem fotográfica pode servir de fonte de identificação, julgamento e apreciação das informações que constituem a natureza social na qual o aluno está inserido, como uma referência cultural. É necessário considerar as conexões constituídas entre a foto imagem e a conjunção social, histórica e cultural em que foi produzida. O campo da imagem é mais forte que o domínio da letra.
De acordo com a Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo há três atividades a serem trabalhadas através da imagem fotográfica: ilustrar textos, comparar situações, fotografar. A fotografia é um material histórico, que perpetua períodos vividos em momentos sociais. A fotografia faz uma reconstituição histórica de um característico período social, baseado em linhas e imagens fotográficas dentro de um contexto histórico.

O uso da fotografia na escola é uma importante atividade para capacitar o aluno a perceber o que está presente na imagem, observar e identificar o que está ausente, aprendendo a analisar o todo utilizando o olhar crítico, com capacidade de ressaltar as entrelinhas visuais, identificando o que representa a imagem fotográfica , enxergando o que a imagem quis transmitir e interpretando além do próprio acontecimento, através da sensibilidade de observador.
Desde o seu aparecimento até a contemporaneidade, a história da fotografia está dividida em três períodos, como a própria história da imagem: ícone, símbolo e índex. Ícone: a fotografia como espelho do real. Símbolo: a fotografia como transformação do real. Índex : a fotografia como prova do real. A imagem fotográfica atua como vinculação entre a arte, a ciência, a cultura e a sociedade, e é um método de construção de conhecimento, comunicação e interação social.
Referencial: Revista Nova Escola e O Ato Fotográfico, Philippe Dubois.

Autora: Amelia Hamze
Educadora
Profª UNIFEB/CETEC e FISO - Barretos

Trabalho Docente - Educador - Brasil Escola

PUBLICIDADE
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola