Topo
pesquisar

A análise da Biopirataria

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Terceira atividade clandestina que mais movimenta dinheiro (inferior apenas ao tráfico de drogas e armas), a biopirataria é caracterizada pela retirada ilegal de material genético, espécies de seres vivos e exploração da sabedoria popular de uma nação para a exploração comercial em outra, sem que haja o devido pagamento de patente. Esse é um crime muito comum no Brasil, que causa prejuízos ambientais e econômicos para o país.

Ao abordar esse conteúdo em sala de aula é importante destacar os diversos efeitos negativos da biopirataria:

- Prejuízos econômicos (o país deixa de receber royalties);
- Redução da fauna e da flora;
- Desequilíbrio na cadeia alimentar e
- Mortes de animais.

Em seguida, elucide que o Brasil, em razão da sua grande biodiversidade, é um dos principais alvos desse tipo de crime. Aponte os estados brasileiros onde ocorrem a captura (principalmente os estados das Regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste, em especial a Bahia e Amazonas) e a comercialização (São Paulo e Rio de Janeiro) das espécies retiradas de seu habitat natural.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Explique aos alunos que, conforme dados da Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres, somente no Brasil, cerca de 40 milhões de animais são capturados e vendidos ilegalmente, o que movimenta aproximadamente 1 bilhão de dólares por ano.

Em seguida, destaque os métodos cruéis de captação e transporte de animais vítimas da biopirataria e solicite a análise da seguinte figura:


Animal vítima de métodos agressivos

Posteriormente, realize um debate com os alunos abordando o conteúdo estudado e apontando as consequências da biopirataria e possíveis soluções para combater esse crime à natureza.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Geografia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola