Topo
pesquisar

A pontuação e os efeitos de sentido

Estratégias de ensino-aprendizagem

A pontuação só interfere nos aspectos sintáticos do texto? Seguramente, não. Ela pode influenciar também nos aspectos semânticos, ou seja, na significação.
PUBLICIDADE

Ensinar pontuação é sempre um desafio, porque muitas vezes os alunos decoram os sinais, mas não se preocupam em entender a intencionalidade discursiva que há por trás de cada um. Então, é muito importante que os profissionais que trabalham com a língua portuguesa mostrem não só os aspectos sintáticos que a envolvem, mas também o semântico. A proposta de aula abaixo pretende aliar esses dois aspectos.

Todos sabem o gosto que os adolescentes têm por desafios, por isso o objetivo é ensinar sobre pontuação usando exercícios desafiadores e que demostrem,  na prática, a importância da pontuação para o sentido do texto. Apresentaremos um exemplo, mas há muitos outros que podem ser utilizados em sala com êxito.

Antes de iniciar o desafio seria interessante que houvesse uma revisão sobre a pontuação. Destaque, principalmente, aqueles sinais de pontuação que em geral os alunos apresentam mais dificuldade, como a vírgula, por exemplo. Além disso, procure revisar a função das aspas no texto, pois é comum restringir seu uso à indicação de citação, mas poucos a associam ao diálogo. O importante é que a revisão seja rápida para dar tempo para os alunos “brincarem” com os exercícios.      

O objetivo do exercício, como dito anteriormente, é levar o aluno a entender a importância da pontuação para a construção de sentido do texto,  e o enunciado a ser utilizado  como desafio é: Felipe toma banho e sua mãe diz ele quero banho frio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  1. Peça que pontuem da forma que acharem melhor, sempre buscando dar sentido à frase. (Separe uns 5 minutos para essa atividade.)
  2. É provável que fiquem irritados, dizendo que a frase não faz sentido. Neste momento é interessante começar a facilitar um pouco; para isso, diga-lhes que podem usar duas vezes a vírgula e duas vezes o ponto final. Dê  mais um tempinho para que possam praticar. (Aproximadamente 10 minutos.)
  3. A essa altura, muitos estarão próximos de decifrar o “enigma” e outros estarão aflitos pela resposta correta. Chegou a hora de dizer-lhes que trata-se de um diálogo, portanto, as aspas devem aparecer para marcar a fala das personagens. Indique que as aspas também apareceram duas vezes. (Dê mais uns minutos)
  4. Agora consiga a atenção dos alunos para o quadro e responda o “enigma”, que ficará assim:. Felipe toma banho e sua. “Mãe”, diz ele, “quero banho frio”.

Após a resolução do desafio, enfatize a importância da pontuação para que o texto faça sentido. Se quiser, é possível também ampliar a proposta fazendo uma revisão sobre o vocativo.


Por Mayra Pavan
Graduada em Letras

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola