Whatsapp

Aprendizagem Escolar e Matemática

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Educação presente na expressão corporal dos alunos

 
A Matemática é considerada pelos alunos como uma das disciplinas mais difíceis de serem estudadas e compreendidas. O grande problema de toda essa visão negativa está ligado às didáticas de ensino utilizadas por parte dos licenciados em Matemática, que privilegiam somente as técnicas de cálculos. A Matemática deve abrir espaço para a interpretação de dados, raciocínio lógico, habilidade em despertar seu pensamento, articular ideias, resolver problemas, desenvolvimento da expressão e da oralidade e criação de estratégias na obtenção de soluções.

Os estudos iniciais em Matemática devem ser introduzidos ainda nas séries iniciais. Atividades extras envolvendo dinâmicas devem ser trabalhadas no intuito de despertar o gosto pela disciplina. Para tal objetivo, o professor precisa criar um ambiente receptivo, onde o aluno sinta prazer em participar das oficinas matemáticas. O aprendizado em Matemática não está ligado somente à parte intelectual, mas também à parte motora de uma criança. A parte psicológica é muito importante, pois abrange o lado emocional, que influi nos momentos das avaliações escolares.

A desmotivação é um dos principais pontos negativos para a criança que está em contato com a Matemática. O acúmulo de notas baixas desestimula o aluno, que fixa em seu pensamento que é impossível aprender, assim, o rendimento segue uma linha decrescente, gerando altos índices de reprovação, que são observados no Ensino Fundamental - 2º fase e Ensino Médio. A grande parte desses alunos possui uma enorme dificuldade em expressar o problema encontrado, sua fundamentação básica não foi trabalhada conforme necessário, esse é o motivo da ineficiência do aluno que não se importa com o estudo atual.

Portanto, é primordial que comecemos cedo a implantar didáticas variadas de ensino através de jogos e brincadeiras, que contribuam para a formação de indivíduos exploradores do conhecimento. Devemos abordar situações dinâmicas ligadas à psicomotricidade, que relaciona através da ação a união entre o corpo, a mente, o espírito, a natureza e a sociedade. Dentro da psicomotricidade, a afetividade e a personalidade são demonstradas através da expressão corporal, a fim de expressar seus sentimentos.

As brincadeiras não devem ser relacionadas somente a situações que envolvam Matemática, de acordo com a psicomotricidade, situações como engatinhar, balançar, rolar, andar sobre uma linha, equilibrar, andar para os lados, bem como as recreações que visam o lado físico, social e criativo. É desse modo que a criança relaciona o seu mundo interno com o mundo externo, criando conexões determinantes no caráter do indivíduo.

Cabe ao professor verificar e analisar se as propostas utilizadas estão alcançando resultados satisfatórios, a fim de realizar mudanças ou seguir a linha educacional adotada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Matemática - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola