Whatsapp

Aula sobre as queimadas

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Muitas vezes, a gênese de grandes queimadas está nas atividades agropecuárias.

Provavelmente você já viu ou assistiu alguma campanha do tipo “não solte balões”, alertando quanto ao fogo que pode provocar em pastagens ou paisagens naturais, causando vários estragos. Nas épocas mais secas do ano, é comum ouvirmos este tipo de alerta, assim como campanhas para não se jogar pontas de cigarro em estradas ou em vegetações secas.

Apesar de estes dois itens terem, de fato, grande potencial em causar incêndios, são poucas as vezes em que ouvimos falar no principal causador destes eventos: as atividades agropecuárias, que muitas vezes utilizam o fogo como recurso para “limpar o pasto”, ou determinadas áreas antes do plantio, em períodos que antecedem a época das chuvas.

Considerando estas situações, é importante que seus alunos compreendam os fatores intrínsecos às causas das queimadas, seu lado positivo, e também os problemas sociais, econômicos e ambientais que as acompanham.

Primeiramente, distribua o texto A ação do fogo no cerrado, do Brasil Escola, para seus alunos. Após a leitura, peça para que enumerem algumas das causas destes eventos e anote as informações obtidas no quadro.

Completada esta primeira etapa, discuta com os estudantes as causas listadas, enumerando outras que, porventura, se esqueceram de citar. Não se esqueça de frisar que a falta de chuvas propicia a propagação do fogo e que os impactos humanos têm alterado substancialmente esta etapa do ciclo da água.

Depois, é interessante conduzir a aula para uma reflexão acerca dos fatores negativos destes incêndios, como a morte de animais, perda de áreas nativas, destruição de plantações e bens da população nativa, dentre outros; encerrando com o levantamento de possíveis soluções para este problema.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Assista às nossas videoaulas
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola