Whatsapp

Avaliação Oral em Matemática

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Trabalho em grupo visando à apresentação oral



Recentemente, a educação iniciou de forma efetiva uma reformulação quanto às metodologias de ensino empregadas na apresentação dos conteúdos teóricos e práticos de todas as disciplinas relacionadas ao ensino Fundamental e Médio. Essa reformulação inclui de forma incisiva a Matemática, que, ao longo do tempo educacional é caracterizada de forma negativa pela maioria dos alunos. Procurando melhorar sua imagem perante os jovens educandos, estudiosos relacionados ao ensino desta disciplina, aliados a Pedagogos, desenvolveram técnicas pedagógicas capazes de despertar o interesse pelo ensino da ciência que enfatiza os cálculos.

Nos dias atuais, trabalhamos uma Matemática contextualizada e interdisciplinar, descartando os antigos métodos utilizados, concebidos como estáticos, inérticos. De maneira inovadora estabeleceram-se conteúdos fazendo relações com outras ciências, de modo a aplicá-los com referência a situações cotidianas. Dentre as mudanças devemos destacar as novas formas de avaliação, as quais enfatizam listas de exercícios, provas discursivas e objetivas, seminários e atividades extracurriculares de acordo os Parâmetros Curriculares Nacionais, envolvendo assuntos ligados à ética, saúde, pluralidade cultural, orientação sexual e meio ambiente.

Dentre as atividades citadas, destacamos os seminários, que por serem baseados em uma arguição oral, criam oportunidades capazes de contribuir na comunicação e no raciocínio lógico e matemático. O preparo para uma arguição oral requer do aluno uma série de fontes de pesquisas auxiliares, fato que permite um contato com diversas temáticas, promovendo a investigação perante o assunto em questão, permitindo a criação de estratégias organizacionais e despertando a interação com o meio social por intermédio de um crescimento individual e coletivo, voltado para a presença ativa na sociedade em que vivemos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os trabalhos visando às apresentações individuais ou coletivas devem incluir em seu desenvolvimento, aplicações matemáticas cotidianas, como por exemplo, pedir ao aluno que enfatize sobre a utilização da porcentagem no mercado financeiro. Ao abordar esse assunto, ele pode relacionar porcentagem com aplicações bancárias, pagamento de juros, aumentos e descontos, estudo da inflação e da deflação, taxas, impostos, tributos, entre outras situações. Ainda na área financeira, podemos relacionar entre os trabalhos, a importância do Banco Central, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Temas relacionados à Geometria Plana ou Espacial também podem ser abordados em seminários. O estudo de áreas e volumes é de grande importância para a compreensão da localização, espaço e capacidade. Estimule a medição de áreas, como o próprio ambiente escolar e o volume de objetos, como: latas de refrigerante ou de óleos, embalagens de leite, caixas d’água, entre outros. Trabalhe também os conceitos Trigonométricos, pois eles permitem a utilização de inúmeras aplicações cotidianas.

Os temas relacionados são simplesmente tópicos de orientação, ficando a critério do profissional, relacionar a seus alunos inúmeras situações nas quais a utilização dos conceitos matemáticos é de extrema importância.

Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Matemática - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Artigos Relacionados
Saiba como tornar o dia de prova um aliado e não um inimigo comum entre você e os alunos.
Clique e conheça uma sugestão de aula sobre ângulos alternos e colaterais formados em um feixe de retas paralelas cortadas por uma transversal.
Veja uma sugestão de aula sobre números decimais que propõe a criação de um supermercado fictício na escola para que os alunos aprendam brincando!
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola