Topo
pesquisar

Ciência das cavernas

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Caverna São Mateus II- Goiás.


As Cavernas, também conhecidas como Grutas, consistem em uma cavidade natural rochosa com dimensões que permitem acesso a seres humanos, as quais podem se desenvolver horizontalmente ou verticalmente em forma de galerias. As cavernas ocorrem com maior freqüência em terrenos formados por rochas sedimentares.

Esta atividade que vamos propor pode parecer à primeira vista um pouco arriscada, mas tomando as devidas precauções pode ser uma aula alucinante e segura: trata-se das Reações Químicas e a Formação das Cavernas. Daí você pode se perguntar: o que tem a ver a estrutura das cavernas com a química? A resposta é: tudo! Elas existem devido às reações que ocorrem na natureza.

Tudo começa pela composição das rochas: são formadas por calcita e são denominadas de rochas calcárias. A calcita é rica em carbonato de cálcio (CaCO3), esta substância ao entrar em contato com ácidos se solidifica. Nas cavernas esta acidez é proporcionada pela presença de água.

A água adquire caráter ácido se tiver reação com dióxido de carbono (CO2), veja como ocorre através da equação:

Etapa 1: Acidulação da água (formação do ácido carbônico):

H2O + CO2 H2CO3

O ácido carbônico (H2CO3) é formado pela reação da água com CO2. Mas como estes reagentes são responsáveis pelo aparecimento das cavernas? É aí que vem a segunda etapa da reação:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Etapa 2: Dissolução da rocha pelo ácido carbônico:

H2CO3 + CaO3 Ca(HCO3)2
ácido                  carbonato                 bicarbonato
carbônico            de cálcio                     de cálcio


O bicarbonato de cálcio (Ca(HCO3)2) é produzido pelo ataque ácido nas rochas, mas como é solúvel fica fácil de ser transportado pela água. Com a dissolução do bicarbonato de cálcio, as fendas vão-se alargando lentamente e formando as cavernas.

Depois de se apresentar este conteúdo o professor pode programar um passeio com a turma a uma caverna, talvez na sua cidade exista uma, o que facilitaria o aprendizado. O ambiente misterioso destes lugares proporciona um maior interesse pela matéria e ainda pode contribuir para uma ação interdisciplinar entre os seguintes conteúdos: química, geografia e história.

A química do processo já foi exposta aqui, no que diz respeito à Geografia pode ser destacada a formação das rochas sedimentares, e o conteúdo de História se encarrega de retratar a vida de povos que viveram em cavernas pré-históricas.

IMPORTANTE: contrate um guia para acompanhar a turma no passeio, as cavernas escondem armadilhas que só pessoas acostumadas com este ambiente tem conhecimento.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola

 

 

 

 

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola