Topo
pesquisar

Como fazer um “fóssil” em sala de aula

Estratégias de ensino-aprendizagem

Aprenda a fazer um “fóssil” em sala de aula e melhore suas aulas sobre os diferentes processos de fossilização existentes.
Os fósseis são restos ou vestígios de seres vivos que ficaram preservados
Os fósseis são restos ou vestígios de seres vivos que ficaram preservados
PUBLICIDADE

A Paleontologia é uma área que sempre desperta curiosidade nos alunos, e é fundamental explorar essa curiosidade a fim de se garantir uma maior compreensão do conteúdo. Normalmente, os alunos não compreendem adequadamente como ocorre a formação de fósseis e têm uma ideia errônea de que todos os fósseis são restos de seres vivos. Para garantir uma aula mais divertida e proveitosa, mostraremos a seguir uma maneira de ensinar aos alunos o processo de fossilização.


Como fazer um “fóssil” em sala de aula

Nesta aula, montaremos uma espécie de registro fóssil. Durante a realização da atividade, destacaremos os vestígios, que são evidências da existência de um organismo. Como exemplo de vestígios, podemos citar os moldes e pegadas.

Para esta aula, você precisará de:

  • Vaselina;

  • Gesso;

  • Água;

  • Recipiente para montar o experimento;

  • Concha, osso ou qualquer outro objeto que queira utilizar.

Observe esse modelo feito com um dinossauro de brinquedo

Observe esse modelo feito com um dinossauro de brinquedo

Inicialmente, deve-se preparar a mistura de gesso e água em um recipiente, como uma bacia, por exemplo. Para preparar adequadamente o gesso, leia as instruções na embalagem do produto. Feito isso, passe vaselina no material que será utilizado no processo de fossilização. A vaselina impedirá que o objeto fique preso no gesso.

Veja também: Metodologia para ensinar Evolução Biológica

Após passar vaselina no objeto, pressione-o contra o gesso, sem fazer muita força. Deixe o experimento em repouso de um dia para o outro. No outro dia, basta retirar o objeto, e teremos um molde.

Após finalizado o experimento, é papel do professor explicar como isso ocorre no ambiente natural. É importante destacar ainda a importância dessas evidências para a paleontologia e deixar claro que os moldes são tão valiosos quanto os grandes ossos fossilizados.

Boa aula!


Por Ma. Vanessa Sardinha dos Santos

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola