Whatsapp

Comunismo x Nazismo

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Aponte as diferenças de pensamento existentes entre Karl Marx e Adolf Hitler.


Entendendo a história como tipo de conhecimento que leva à reflexão e à análise crítica das experiências humanas, reconhecemos que os nossos alunos devem ser levados a esse tipo de situação. Extrapolando o esquematismo imposto por muitos livros didáticos, é de suma importância que coloquemos os alunos defronte às diversas formas de se entender o comportamento do homem.

Sob esse aspecto, sugerimos para os professores de História, ao trabalharem a ascensão dos regimes totalitaristas, que desenvolvam uma breve análise comparativa entre os pensamentos nazista e comunista. De fato, quando explicamos as diretrizes do nazismo, apontamos a presença de uma forte oposição ao comunismo. Contudo, nem sempre indicamos os caminhos pelos quais essa diferença de opinião possa ser compreendida.

Para que essa diferença seja exposta aos alunos, indicamos aqui um trabalho de análise comparativa entre os escritos de Karl Marx e Adolf Hitler. Por meio de duas passagens dos mais significativos representantes dessas correntes de pensamento, é possível vislumbrar a diferença de opinião que apartava “nazis” e “comunas”. A seguir, temos as seguintes resoluções:

"A história de toda a sociedade até agora existente é a história de lutas de classes. O homem livre e o escravo, o patrício e o plebeu, o barão feudal e o servo, o mestre de uma corporação e o oficial, em suma, opressores e oprimidos, estiveram em constante antagonismo entre si, travaram uma luta ininterrupta, umas vezes oculta, aberta outras, que acabou sempre com uma transformação revolucionária de toda a sociedade ou com o declínio comum das classes em conflito...”Karl Marx

“Nós queremos, um dia, não mais ver classes nem castas; portanto comecem já a erradicar isso em vocês mesmos. Nós queremos, um dia, ver no Reich uma só peça, e vocês devem já se educar nesse sentido. Nós queremos que esse povo seja, um dia, obediente, e vocês devem treinar essa obediência. Nós queremos que esse povo seja, um dia, pacífico, mas valoroso, e vocês devem ser pacíficos.” Adolf Hitler

Por meio dessas constatações, podemos observar que a diferença entre nazistas e comunistas girava em torno da importância dedicada à luta de classes. Do ponto de vista de Marx, a luta entre as classes era fundamental para a recorrência das transformações históricas ao longo do tempo. Por outro lado, Adolf Hitler via que a extinção das classes sociais era de suma importância para o desenvolvimento de uma nação harmoniosa.

Nesse âmbito, vale lembrar que a teoria marxista acreditava que a luta entre burgueses e proletários seria fundamental para que o comunismo ganhasse várias nações. Em contrapartida, as teorias nazistas estavam estritamente focadas na construção de uma forte nação alemã, que deveria estar acima de outras nações. Dessa forma, podemos ver outra diferença entre essa duas perspectivas políticas.

Ao fim dessa explanação, o professor pode terminar a aula pontuando alguns episódios em que comunistas e nazistas entraram em conflito. Na formação da Alemanha Nazista, no desenvolver do fascismo italiano ou na própria Guerra Civil Espanhola podemos delimitar alguns exemplos desse tipo de situação. Com isso, o aluno reconhece o passado por meio de seus documentos, pensadores e situações.


Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola

História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Artigos Relacionados
Confira algumas sugestões de aula sobre a experiência do terror no nazismo para poder preparar algo mais instigante para os alunos.
Saiba como o martírio de Edith Stein em Auschwitz pode servir de ponto de partida para uma aula sobre o holocausto dos judeus pelos nazistas.
Confira uma proposta de aula de Sociologia sobre o Genocídio Armênio que instaura um debate efetivo sobre esse evento catastrófico!
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola