Topo
pesquisar

Discutindo o Tratado de Versalhes

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Interpretar o Tratado de Versalhes pode ser uma proposta de interação com os conteúdos de História.



No trabalho sobre o desfecho da Primeira Guerra Mundial, o professor de História pode encontrar uma oportunidade única de problematizar algumas questões de cunho político. Iniciando a aula por meio de uma simples discussão, podemos realizar uma interpretação direta do documento que selou os pontos e acordos firmados pelo chamado Tratado de Versalhes. Para isso, deve-se primeiramente perguntar à classe: Qual função teria um tratado?

Projetando suas respostas, alguns alunos afirmariam que esse documento oficial tem como fim acabar com a discórdia que promoveu um determinado conflito. Com isso, seria possível concluir com a sala que este mesmo documento, aparentemente, equilibraria o interesse de ambos envolvidos no confronto. Contudo, após instigar propositalmente esse consenso entre a turma, o mediador deve salientar que nem todo tratado tem a capacidade de encerrar uma discórdia.

Aproveitando da curiosidade acionada por esse tipo de “contradição” é possível realizar uma atividade onde os alunos analisem criticamente o próprio Tratado de Versalhes. Para tanto, o mestre deve primeiramente selecionar alguns artigos mais interessantes para serem expostos junto à classe na proposição desta atividade reflexiva. Separados em grupos de dois ou três alunos, a turma deverá ler e criticar os termos que compõem tal documento histórico.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nesse aspecto, sugerimos uma coletânea de artigos que fale de todos os países envolvidos na Primeira Guerra. Posteriormente, o professor pode pedir aos alunos que elaborem um veredicto apontando qual nação foi mais ou menos prejudicada com a assinatura desse acordo político internacional. Dado o tempo apropriado para essa produção de texto, cada um dos grupos lerá para todos os demais de que forma avaliou a fonte histórica em análise.

Valorizando a opinião de cada grupo, o professor pode organizar um quadro e dividir os países considerados favorecidos e prejudicados pelo Tratado de Versalhes. Por meio da organização desses dados, vai concluir qual foi o veredicto dado pela classe. Dessa forma, os alunos são inseridos no processo de compreensão histórica lendo, refletindo e analisando aquela documentação que, antes, pareceria tão distante nos livros didáticos.


Por Rainer Sousa
Graduado em História
Equipe Brasil Escola


História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola