Whatsapp

Frutos e sua importância na disseminação da semente

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Frutos suculentos atraem diversos animais, o que facilita a sua dispersão.

Os frutos e pseudofrutos fazem parte de nossa vida, mas muitas vezes não temos a consciência do que eles são e qual sua importância ecológica. Diante disso, esse texto propõe uma aula de Botânica na qual tais aspectos serão abordados de forma mais explícita. Os textos “Frutos” e “Frutos e pseudofrutos”, do Brasil Escola, podem ser utilizados como material de apoio ou até mesmo como leituras iniciais, antes do tema propriamente dito ser trabalhado.

Primeiramente, o professor deve trabalhar as diferenças entre o que chamamos de frutas e o que são os frutos e pseudofrutos. Após esse momento introdutório, é interessante que o educador mostre, por meio de imagens ou de amostras reais, vários tipos de frutos e não só os suculentos, uma vez que é bem mais fácil associar esse termo àqueles que são utilizados como alimentos; e também porque frutos secos, algumas vezes, são chamados erroneamente de “sementes”:
 






Após essa etapa, é interessante que seja explicado sobre os tipos de frutos, sua função de proteção à semente, e também as adaptações que facilitam sua dispersão, propiciando a perpetuação de inúmeras angiospermas:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Muitos frutos comestíveis permitem que suas sementes sejam eliminadas juntamente com as fezes dos animais que se alimentaram deles;
- O coco-da-baía, por conter ar em seu interior, pode ser levado a longas distâncias, pela correnteza, sem afundar;
- Carrapichos grudam no pelo de alguns animais, permitindo a sua dispersão a diversos novos ambientes;
- Vagens costumam se retorcer ao secar, provocando a expulsão de suas sementes a distâncias maiores do que se isso não ocorresse;
- Sementes de orquídeas são pequenas e leves, podendo ser dispersas pelo vento.

E, finalmente, a classificação dos tipos de dispersão deve ser abordada:

- Anemocoria – dispersão feita pela ação do vento;
- Hidrocoria – feita pela água;
- Zoocoria – feita por animais.
Para essa última etapa, o texto “A odisseia das sementes” é um bom material de apoio.

Como finalização, retome as imagens (ou amostras reais) dos frutos e peça para que os alunos classifiquem e expliquem suas possíveis estratégias de disseminação; corrigindo-os e/ou acrescentando informações, quando necessário.

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia
Equipe Brasil Escola

Biologia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

Artigos Relacionados
Que tal conhecer uma maneira diferente de ensinar sobre frutos para seus alunos? Neste texto, apresentaremos duas metodologias diferentes para explicar esse importante conteúdo. A realização de aulas práticas sobre frutos, além de estimular os alunos, irá tornar as aulas de Botânica ainda mais prazerosas.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola