Whatsapp

Fusos Horários em sala de aula

Estratégias de ensino-aprendizagem

Trabalhar com os fusos horários é bastante simples, desde que o educador consiga deixar claro a sua importância nos dias atuais.
PUBLICIDADE

O tema dos fusos horários em sala de aula é sempre desafiador para o professor de Geografia, pois se trata de um assunto que os alunos geralmente não demonstram muito interesse. Por isso, é necessário que o educador os instigue a pensar acerca da importância de se ter o conhecimento sobre o assunto. Importância essa que se torna ainda maior graças ao processo de globalização e integração econômica mundial.

Primeiramente, é importante explicar a necessidade da existência dos fusos horários. Utilize uma imagem do globo terrestre – ou o próprio globo terrestre - e explique que, graças ao movimento de rotação e ao formato esférico da Terra, a luz do sol não incide ao mesmo tempo em todo o planeta.

Em seguida, ilustre através de uma situação hipotética (pode utilizar, inclusive, o nome de dois alunos da sala que tenham demonstrado desinteresse na matéria): imagine que João foi morar em Londres e, então, Ana tenha resolvido ligar para ele para matar a saudade. Em que hora do dia Ana deverá ligar para João sem que o incomode durante a madrugada ou durante o seu sono de beleza de todas as tardes?

Procure com esse exemplo fazer com que eles se deem conta da importância dos fusos, que é cada vez mais necessário saber sobre os diferentes horários em todo o mundo, principalmente para realização de negócios e para a ideal comunicação entre amigos ou parentes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Só então é que se deve trabalhar com o mapa dos fusos horários, explicando que eles foram criados na Conferência de Washington, no final do século XIX e que, nessa mesma conferência, o “marco inicial” seria o Meridiano de Greenwich. Apresente os fusos a eles e crie exemplos, demonstrando que a cada 15º de longitude, o horário se altera em uma hora; se for para o oeste, subtrai; se for em direção ao leste, soma.

Os diferentes fusos horários em todo o planeta
Os diferentes fusos horários em todo o planeta

Por fim, explique a diferença dos fusos com a hora legal. Comente que muitos países estão localizados em regiões com mais de um fuso e, para isso, tornou-se necessário adaptar os horários para facilitar a dinâmica da sociedade. Em outros casos, adota-se o horário que for economicamente mais viável. Exemplifique mostrando que a Argentina adota o mesmo horário de Brasília, mesmo estando em um fuso distinto (utilize o mapa).


Por Rodolfo Alve Pena
Graduado em Geografia

Artigos Relacionados
Sugestão de roteiro de aula sobre cartografia.
Veja como resolver exercícios de fusos horários em sala de aula em apenas quatro passos.
Aprenda a utilizar fotografias para explicar o conceito de escala.
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola