Whatsapp

Iniciando as Aulas

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Retornando às aulas


O início do ano letivo gera uma sensação de ansiedade por parte dos professores, dos alunos e da administração da escola, em razão de um novo ano e de um trabalho que porventura precisa ser planejado de forma dinâmica e eficaz. É de costume que os professores retornem à escola no mínimo uma semana antes do início das aulas, em virtude do planejamento anual que deve ser realizado junto a seus coordenadores e a direção. Neste período, os professores devem realizar reuniões levantando os acontecimentos relativos ao ano anterior, a fim de aproveitar os pontos positivos e corrigir os negativos.

Nesse momento, o coordenador deve assumir a liderança do grupo, enfatizando a metodologia a ser seguida e as possíveis mudanças no planejamento educacional a serem adotadas, estabelecendo as datas comemorativas e os acontecimentos pedagógicos que ocorrerão na escola, de modo que os professores busquem criar situações correlacionadas dentro de suas disciplinas, através dos conteúdos a serem ministrados.

Realizada essa primeira parte, os licenciados precisam direcionar as reuniões para a parte didática, promovendo uma interdisciplinaridade (relação entre as disciplinas), seguida de planejamentos individuais relativos aos conteúdos programáticos registrados nos livros ou nas apostilas, de acordo com o método educacional da entidade.

O planejamento anual precisa abordar, de preferência detalhados por bimestre, todos os conteúdos a serem trabalhados. Um trabalho voltado para o sucesso precisa agrupar os conteúdos a estratégias de ensino e metodologias eficazes. Dessa forma, procure listar as inúmeras ferramentas auxiliares que deverão promover um ensino diferenciado, capaz de despertar no aluno o gosto pelos conteúdos apresentados. Isso será de extrema importância para a capacitação do jovem. Dentre as ferramentas auxiliares temos: apresentações em Power Point, vídeos, laboratórios de informática, aulas de campo, experiências, visitas externas, teatros, museus, filmes, entre outros.

Outro ponto importante é a forma pela qual os alunos serão avaliados. Enfatize no primeiro dia de aula, sua metodologia de avaliação (provas, testes, atividades em sala, tarefas de casa, listas de exercícios, trabalhos, resenhas, resumos, seminários e etc.), impondo seriedade, pontualidade, organização e responsabilidade por parte do aluno. Nunca aceite trabalhos fora do padrão estabelecido, assim, o professor contribui para a formação de educandos dotados de requisitos necessários a uma boa conduta. Quanto às atividades e provas, é notória a implantação de situações relacionadas à contextualização e interdisciplinaridade, baseando-se no novo Enem, método que tem reformulado o processo de seleção para as universidades brasileiras.

Procure aproveitar ao máximo o tempo das aulas, a ociosidade faz com que os alunos se sintam entediados e indisciplinados. Aulas interessantes e bem organizadas condicionam-os ao interesse em desvendar o conhecimento que está diante de seus olhos. O professor é a ligação entre o jovem e o conhecimento, presente no cotidiano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Marcos Noé
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Matemática - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola