Topo
pesquisar

Investigando o lixo

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


O que tem no seu lixo?

Você já pensou sobre quanto lixo produzimos? E que tipo de materiais jogamos no lixo?

Professor, é preciso propor a presente prática levando em consideração as perguntas acima. E antes de passar ao procedimento recomendado a seguir, introduza o assunto em sala de aula destacando os tipos de lixo mais perigosos (tóxicos) bem como a procedência dos mesmos. A iniciativa é apenas uma precaução para que os alunos realizem este trabalho de forma segura.

Procedimentos

1° passo: Coleta de dados

Peça aos alunos que investiguem a quantidade e qualificação do lixo diário (produzido no decorrer do dia inteiro) de suas casas. Eles devem anotar os resultados em forma de um relatório a ser apresentado em sala de aula. Para isso, poderão contar com a ajuda de seus familiares, desta forma todos os integrantes da casa irão participar de forma indireta na pesquisa.
Uma dica para este procedimento é utilizar sacos plásticos (20, 40, 60 ou 100 litros) para armazenar e medir a quantidade de tal lixo.

Conteúdo do relatório formulado pelos alunos:
- O procedimento indicado acima deve ser realizado no decorrer de um mês e, ao final, faça o cálculo do lixo mensal produzido em sua casa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Faça também um levantamento dos tipos de materiais mais comuns descartados no lixo e os qualifique como recicláveis ou não recicláveis.

2° passo: Debate em sala de aula

Este é o momento reservado para que os alunos exponham o conteúdo do relatório: qual será a residência que produziu mais lixo? Mas o mais importante é ressaltar a classificação de tal lixo.

Dentre os materiais qualificados pelos alunos devem estar os recicláveis (papéis, plásticos, vidro, etc.), os não recicláveis (lixo orgânico) e aqueles de origem tóxica (pilhas e baterias usadas), estes últimos merecem uma atenção toda especial, portanto aplique os conteúdos complementares: Por que pilhas usadas são lixos tóxicos? e Ameaça das baterias de celular.

Destaque a atenção dos alunos para o destino dado ao lixo de suas casas. Infelizmente a maior parte dele não será destinada à reciclagem, ficará acumulada nos famosos lixões espalhados pela cidade.

Após esta investigação, o professor terá contribuído para a conscientização de seus alunos sobre a importância da coleta seletiva e consequente diminuição do acúmulo nos aterros sanitários.

Por Líria Alves
Graduada em Química
Equipe Brasil Escola    

Veja mais! Lixo no lugar certo

Química - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola
 

A reciclagem de papel diminui o volume de lixo e ajuda na preservação de recursos naturais
Estratégias de ensino-aprendizagem Como fazer papel reciclado?
Há materiais que levam mais de 200 anos para se decompor
Estratégias de ensino-aprendizagem Acompanhando a decomposição de materiais
  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola