Topo
pesquisar

Muito além da gramática

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


A turma do ensino médio pode gostar das aulas de inglês!

É muito comum chegarmos na aula de língua estrangeira moderna do ensino médio e nos depararmos que a tal modernidade não chegou à educação dos garotos. Ou pior ainda, se chegou não foi trabalhada de fato.

As ideias “alunos de escola pública não aprendem inglês”, “não tem como ensinar a essa altura do campeonato”, “no ensino médio é que não vai aprender mesmo” e outras como esta, ainda estão embutidas nas mentes de muitos professores do segundo idioma. Sim, embutidas, impregnadas, petrificadas, calcificadas... mas por quê?

Cada um tem uma resposta, mas no geral e como dizem: “bate na mesma tecla”. Neste caso, nas mesmas teclas: falta de recurso por parte do governo, sala indisciplinada, e outras.

Não posso dizer do que não sei e, por este motivo, deixo uma sugestão para professores de línguas: renove a mente a respeito do ensino de inglês ou espanhol.

É fato que o ensino da língua estrangeira começou obrigatoriamente há pouco tempo no ensino fundamental e o espanhol ainda está sendo consolidado na grade curricular do ensino médio. Paciência!

Nada contra o método tradicional, pois é bom, mas não funciona sistematicamente! Quadro, giz, gramática pode ajudar se a turma aprender melhor assim, o que não é um fato corriqueiro! E, infelizmente, ainda existem algumas escolas particulares que exigem que tal metodologia seja adotada! E mais chocante ainda, os alunos estão tão acostumados a estes tipos de aula que se o professor resolve adotar outro método, acaba sendo confrontado! Mais uma vez: paciência!

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No entanto, a maioria dos jovens quer ter um contato mais prático com o inglês: saber o que está escrito na camisa, no vídeo-game, nas instruções do computador, nas expressões mais usadas nos filmes, nas letras das músicas! E por que não aproveitar disso para ensinar?

Por que temos que partir do mais difícil: da gramática nua e crua? Há muita resistência nisso!

Conheça a turma: que tipo de música os alunos mais gostam, que tipo de assunto gostariam de discutir? Use imagens, faça dinâmicas, mas não fique só nisso. Converse com eles em português sobre o assunto do texto: se refletirem na língua-mãe será mais fácil entender o texto em inglês! Comece pelas palavras que conhecem!

Traga textos com temas atuais e diversificados: uma entrevista, uma letra de música, um poema, uma instrução de jogo, etc. Fale com eles sobre o estrangeirismo, traga um texto sobre isso! Se tiver computadores disponíveis, escolha um site em inglês e trabalhe com base neste. Caso não tenha, “print” uma tela e leve aos alunos, sente-os em duplas e converse sobre a linguagem na internet e os termos em inglês! Vá com eles onde ninguém foi: muito além da gramática!

Com a turma mais receptiva, a aula de inglês será esperada e tranquila! Afinal, quem não gosta de sentir que é entendido e participante da comunicação?

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras Português/Inglês
Equipe Brasil Escola

Veja mais!

Metodologias do inglês - Qual você usa em sala?

 Inglês - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola