Topo
pesquisar

O Aprendizado Cartográfico

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE


Mapa

A atividade cartográfica passa por constantes revoluções, isso ocorre em razão do desenvolvimento tecnológico que proporciona mais exatidão aos mapas. A evolução cartográfica é consequência da elaboração de novas técnicas, que possibilita maior eficiência no mapeamento e interpretação espacial.

Durante a década de 1960, com o desenvolvimento da informática e dos satélites artificiais, tornou-se possível conhecer lugares da Terra antes inacessíveis aos seres humanos. As imagens de satélites permitiram visualizar grandes extensões da superfície terrestre e mapeá-las com precisão.

Todos esses avanços na cartografia devem ser levados para a sala de aula, tornando o conteúdo mais dinâmico e interessante para os alunos. No entanto, antes de abordar os avanços tecnológicos, é importante realizar um contexto histórico da cartografia e seu processo de evolução.


Imagem de Satélite

Conforme os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais), o professor tem que substituir as aulas tradicionais por aulas inovadoras que despertem a imaginação dos alunos, passando a utilizar recursos didáticos como: trabalhos práticos com maquetes, mapas virtuais, fotografias aéreas, imagens de satélite entre outros recursos para se obter maior eficácia no processo de ensino-aprendizagem.

Nesse contexto, apresente figuras que retratem os primeiros mapas confeccionados (há registros de mapas feitos entre 2400 e 2000 a.C.), e seu processo evolutivo. Os atlas, mapas dos livros didáticos e mapas-múndi são de extrema importância, pois são os primeiros contatos dos estudantes com a cartografia, sendo essenciais para o estudo de interpretação, localização, orientação e análises espaciais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Após realizar uma abordagem histórica sobre a evolução cartográfica e noções de interpretação de um mapa (escala, legenda, tema, etc.), proporcione aos alunos atividades com mapas virtuais.

Essa atividade pode ser realizada através de sites como Google Maps e programas como o Google Earth. Esses programas fornecem a visualização de partes do globo em versão cartográfica com a possibilidade de deslocamento. O primeiro faz com que o usuário encontre as melhores rotas para seus percursos, com indicação de caminhos, sentidos das avenidas e pontos de referência, enquanto o segundo traz o planeta visto em mínimos detalhes (residências, árvores, carros, etc.).

Através desses programas, localize a cidade onde moram, em seguida, proponha atividades com grau de complexidade maior, como por exemplo, localizar o bairro e a escola onde estudam. Esse é uma maneira dinâmica e interativa de se trabalhar a cartografia, proporcionando aos alunos momentos de informação geográfica e conhecimento cartográfico.

Por Wagner de Cerqueira e Francisco
Graduado em Geografia
Equipe Brasil Escola

Geografia - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

  • SIGA O BRASIL ESCOLA
Educador Brasil Escola