Whatsapp

O ensino da matemática e o ENEM

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Exame Nacional do Ensino Médio e suas mudanças no ensino básico.
Exame Nacional do Ensino Médio e suas mudanças no ensino básico.



O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) vem promovendo mudanças nas formas de avaliar o ensino do nível médio, ao mesmo tempo em que proporciona a entrada de estudantes que terminaram o ensino médio em diversas faculdades. O ENEM tem como principal objetivo a mudança no ensino das disciplinas, de modo que estas deixem de ser focadas totalmente no conteúdo e passem a ser voltadas para a formação de cidadão crítico e com autonomia de pensamentos.

Analisando a prova de Matemática do ENEM (a única que é uma área do conhecimento sozinha, denominada Matemática e suas tecnologias), pode-se notar que ela não apresenta questões que necessitam de fórmulas complexas e definições assustadoras. Na verdade, espera-se que o aluno consiga resolver aquele problema através de um pensamento próprio e uma tomada de decisão quanto a como proceder. Claro que é necessário o conhecimento dos conceitos, entretanto este não é o foco principal das questões, tanto é que em algumas delas são informadas as expressões que devem ser usadas na resolução.

O ensino da matemática pela matemática trata-se de um ensino equivocado e com chances de proporcionar ao aluno uma desmotivação quanto ao aprendizado. Com a concepção que está sendo instaurada pelo ENEM, aos poucos vem a necessidade de uma abordagem diferenciada para o ensino da Matemática.

Dessa forma, tem-se que o ensino não deve ser focado no conteúdo, sem uma contextualização com a realidade do dia a dia dos alunos (realidade esta que é interdisciplinar), nem deve ser um ensino em que a matemática esteja voltada para a matemática, que não abranja vários assuntos, temas (que poderiam ser usados para um ensino contextualizado, não apenas para o ensino de conceitos matemáticos). Com isso, espera-se que a aula proporcione aos alunos meios para a construção de um “pensar matemático” diante de situações interdisciplinares, de modo que o aluno consiga interpretar as situações-problemas, organizar as informações, relacioná-las aos conhecimentos disponíveis para a solução da questão e, assim, construir uma argumentação consistente para solucioná-la de fato. Note que ele usará os conceitos matemáticos apenas no estágio final, ou seja, o conteúdo será apenas um auxiliar para a solução da questão, sendo que o aluno não conseguiria utilizar este conceito sem antes ter interpretado e compreendido o problema.

Não é possível apontar uma forma correta de ensino de modo que esta proporcione meios para alcançar os objetivos que corroboram com o ensino que o ENEM busca, mas é possível afirmar que o ensino bancário e a matemática voltada totalmente para conceitos e definições matemáticas são práticas que distam dos objetivos esperados.

Sendo assim, cabe a cada professor refletir sobre sua prática, ao mesmo tempo em que avalia se a metodologia que está utilizando proporciona aos seus alunos uma aprendizagem significativa.

Por Gabriel Alessandro de Oliveira
Graduado em Matemática
Equipe Brasil Escola

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola