Whatsapp

O nacional, o estrangeiro e a identidade cultural contemporânea

Estratégias de ensino-aprendizagem

PUBLICIDADE

Realize um debate atual sobre a cultura por meio de uma canção de Gonzaguinha.
 


Hoje em dia, percebemos que o desenvolvimento dos meios de comunicação vem transformando as identidades culturais de uma maneira bastante distinta. Em muitos casos, notamos que a compreensão da cultura tal como um conceito ligado à ideia de autenticidade e alheio a outras influências, não serve mais para compreendermos o comportamento de várias sociedades. Em sala de aula, podemos ver que tal mudança é perceptível no hábito de vários alunos.

Influenciados pelo avanço da Internet e a disseminação de outros meios de comunicação, os alunos hoje têm um conhecimento amplo e diversificado sobre a cultura de vários outros países. Não raro, comentam sobre um filme da moda, desejam uma roupa de uma marca internacionalmente reconhecida ou usam expressões de outras culturas. Para eles, todas essas atitudes demarcam o modo de ser da sua geração e, em muitos casos, delimitam uma diferença em relação aos seus pais e avós.

Entretanto, o professor pode revelar à turma que o processo de transformação dos comportamentos, o gosto pela tecnologia e os referenciais de outras culturas não pertencem apenas à sua geração. Todo esse processo de transformação, vivido com tamanha intensidade agora, já acontecia em outras gerações que experimentavam os estágios anteriores dessa mudança. No entanto, como seria possível demonstrar aos alunos que esse processo é anterior ao tempo que eles vivem?

Com vistas a aprofundar o tema, sugiro que o professor realize um trabalho com uma interessante canção do cantor e compositor Gonzaguinha, que em 1972 cedeu a letra “From United States Of Piauí” para o seu pai, o famoso cantor de forró Gonzagão. Antes de apresentá-la é importante salientar a trajetória e o legado de cada um desses artistas citados, enfatizando que as carreiras de ambos – tomadas as devidas diferenças de estilo – estiveram ligadas à valorização da cultura regional como meio de reconhecimento da cultura brasileira.

From United States Of Piauí

United States of...
United States of...
United States of...
... of Piauí

A minha prima lá do Piauí
Deixou de fazer renda só pra ver novela
A minha prima lá do Piauí
Não bebe mais garapa: vai de coca-cola

Luz de Candeeiro não se usa mais
Luz artificial substitui o gás
Calça de couro, alvorada e brim
Deram o seu lugar pra uma tal calça lee

A minha prima escreveu pra mim
E não fala venha cá, só fala come here.
Vou mandar minha resposta breve
Para United States of Piauí


Realizando o debate em sala de aula ou lançando pergunta para a realização de um trabalho, o professor tem condições de salientar como a questão da influência da cultura estrangeira e da tecnologia podem ser reconhecidas no desenrolar da letra. Já no primeiro verso, notamos a clara referência aos Estados Unidos da América como um ponto de partida dessas transformações. Contudo, a referência é tomada por uma interferência proposital a um estado brasileiro, no caso, o Piauí.

Seguindo a canção, o autor faz referência a uma suposta prima do Piauí que passou a abandonar determinados hábitos de seu lugar de origem para se incorporar aos novos comportamentos. Os trabalhos manuais perderam espaço para a novela; o caldo de cana foi substituído pela coca; a luz de candeeiro pela luz elétrica; as roupas comuns cederam lugar para a calça de marca estrangeira e a expressão em português pelo termo na língua inglesa.

Pontuando esses temas, seria interessante perguntar aos alunos se hoje eles se reconhecem como pessoas cercadas somente por referências culturais provenientes de outras regiões ou países do mundo. Na medida em que as opiniões surgirem, registre como eles enxergam essa possível oposição existente entre a cultura nacional e estrangeira, atualmente. De tal modo, eles mesmos refletiriam de que forma a canção trabalhada reflete ou não o atual estado da nossa cultura.

Por fim, caso ache interessante, sugerimos que o professor realize uma atividade na qual os alunos tentem “interferir” na obra analisada fazendo uma nova versão da mesma. No caso, peça que eles construam outras oposições nos versos apresentados, salientando quais mudanças estéticas, culturais e comportamentais poderiam ser exploradas se a tal “prima lá do Piauí” vivesse nos dias de hoje.

Por Rainer Sousa
Gradudado m História
Equipe Brasil Escola

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

 

 

História - Estratégias de Ensino - Educador - Brasil Escola

 

 

 

  • Facebook Brasil Escola
  • Instagram Brasil Escola
  • Twitter Brasil Escola
  • Youtube Brasil Escola
  • RSS Brasil Escola